Revisionismo

Planalto divulga vídeo em defesa do golpe: ‘O Exército nos salvou’

Peça divulgada pelo canal oficial do governo federal no WhatsApp endossa narrativa de Bolsonaro e diz que comunistas 'prendiam e matavam seus próprios compatriotas'

Reprodução
vídeo planalto

Palácio do Planalto não irá se pronunciar sobre vídeo enviado por canla oficla de comunicação do Whatsapp

São Paulo – Um vídeo divulgado pelo WhatsApp do Palácio do Planalto faz coro à narrativa do presidente Jair Bolsonaro de que não houve golpe na derrubada de João Goulart em 1964. Com quase dois minutos, a peça diz que o Exército salvou o país de um “tempo de medo e ameaças”.

“Ameaças daquilo que os comunistas faziam onde era imposto sem exceção, prendiam e matavam seus próprios compatriotas”, diz o ator que protagoniza o vídeo, emendando  que havia, sim, muito medo no ar, greve nas fábricas, insegurança em todos os lugares”.

A peça afirma ainda que o Exército foi “conclamado por jornais, rádios, TVs e principalmente o povo na rua”. De acordo com a narração, “a escuridão, graças a Deus, foi passando” em função do golpe.

“O Exército nos salvou. O Exército nos salvou. Não há como negar. E tudo isso aconteceu num dia comum de hoje, um 31 de março. Não dá para mudar a história”, conta o ator.

O vídeo foi recebido por jornalistas cadastrados no sistema de comunicação do Palácio do Planalto. De acordo com o jornal O Estado de S. Paulo, a assessoria de imprensa do Planalto foi procurada mas afirmou que não irá se pronunciar. “Sobre o vídeo a respeito do dia 31 de março, ele foi divulgado por meio de nosso canal oficial do governo federal no WhatsApp. O Palácio do Planalto não irá se pronunciar.”

Leia também

Últimas notícias