Home Política Juízes federais se unem à Vigília Lula Livre para defender liberdade do ex-presidente
Pela democracia

Juízes federais se unem à Vigília Lula Livre para defender liberdade do ex-presidente

Grupo composto por 12 magistrados vê em ação 'tentativa da própria justiça se recompor' diante da parcialidade da condução no processo de Lula
Publicado por Redação RBA
12:20
Compartilhar:   
Ricardo Stuckert/IL
Lula Livre campanha

“A gente está na esperança de que finalmente o judiciário se recomponha”, afirma juiz do Trabalho à Rádio Brasil Atual

São Paulo – Um grupo composto por 12 juízes federais, que atuam na Justiça do Trabalho e na Justiça comum em diversas partes do Brasil, presta solidariedade ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, preso desde abril do ano passado na Superintendência da Polícia Federal, em Curitiba.

À defesa da liberdade do ex-presidente, os magistrados se unem às ações do Comitê Lula Livre em frente à sede da PF para reivindicar a soltura de Lula e marcar um ano da prisão considerada política por diversos setores do Brasil e do mundo.

Em entrevista à jornalista Marilu Cabañas, da Rádio Brasil Atual, o juiz do Trabalho de Tocantins, Leador Machado, representando também a Associação Brasileira de Juristas pela Democracia (ABJD) reforçou a atuação do grupo como também uma “tentativa da própria justiça se recompor” diante do que descreve como um “processo marcado por vícios”, sobretudo pela atuação parcial do ex-juiz Sérgio Moro à frente da Lava Jato, agora ministro da Justiça.

“O Judiciário não se atentou para isso, a todas as irregularidades que foram cometidas, toda a parcialidade com que atuou o juiz condutor do processo, que funcionou muito mais como um acusador do que um julgador. E a gente está na esperança de que finalmente o Judiciário se recomponha e que faça valer os direitos mínimos do presidente Lula”, defende o juiz.

Ouça a entrevista