Home Política Lula quer receber visitas de militantes em vigília
solidariedade

Lula quer receber visitas de militantes em vigília

Ex-presidente mandou uma mensagem para a Vigília Lula Livre, em pé desde o primeiro dia de sua prisão. Disse que eles são sua energia, e que quer vê-los no ano que vem
Publicado por Redação RBA
18:49
Compartilhar:   
ricardo stuckert
vigília lula

Segundo relato, Lula disse que ‘se tem uma pessoa disposta a fazer oposição neste país, é ele’

São Paulo – Depois da expectativa não confirmada de sua soltura, ontem, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, preso desde 7 de abril na sede da Polícia Federal de Curitiba, recebeu visitas nesta quinta-feira (20), como a deputada federal Benedita da Silva (PT-RJ), que saiu com lágrimas nos olhos por imaginá-lo sozinho nesta época do ano. “É uma dor muito, muito profunda. Não consigo nem me expressar”, lamentou.

Benedita disse que ontem chegou a ter esperanças após liminar do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Marco Aurélio Mello, que ordenava a soltura dos presos condenados em segunda instância. “Tinha tantas esperanças de passar o Natal na porta da casa de Lula com ele e a família. Foi muito duro”, disse. A liminar foi derrubada pelo presidente da Corte, Dias Toffoli, após interferência da procuradora-geral da República, Raquel Dodge.

Também visitou o ex-presidente um dos funcionários do Instituto Lula Marco Aurélio. Ele trouxe um recado para os militantes que estão em vigília na frente da Polícia Federal desde as primeiras horas da prisão. “Lula mandou um beijo para cada um de vocês que está na vigília. Ele disse que essa é a energia dele, que sempre ouve o bom dia, boa tarde e boa noite.”

“Ele pediu para ganharmos energias neste período, porque o próximo será de muita luta. Ele vai precisar de todos para ter forças diárias”, disse.

Marco Aurélio trouxe um pedido de Lula. “Ele quer ser visitado por representantes da Vigília Lula Livre no começo do ano que vem. No Natal, aqui vai estar fechado, mas ele disse que não estará só. Ele vai estar com a vigília. Disse para não se preocuparem que ele estará aqui conosco no Natal e na virada do ano. Disse ainda que se tem uma pessoa disposta a fazer oposição neste país é ele.”