Eleições 2018

Apoiador de Bolsonaro fica à frente e enfrenta Eduardo Paes no Rio

Ex-juiz Witzel, do PSC, não aparecia entre os favoritos nas pesquisas

divulgação
candidatosriodejaneiro

Advogado e ex-juiz federal surpreendeu e terminou em primeiro, muito à frente do ex-prefeito carioca

São Paulo – Com reviravolta em relação ao que as pesquisas indicavam, o Rio de Janeiro, terceiro maior colégio eleitoral do país (12,4 milhões), terá segundo turno entre o ex-juiz federal Wilson Witzel (PSC) e o ex-prefeito carioca Eduardo Paes (DEM). Com 96% da apuração concluída, Witzel, apoiador declarado de Jair Bolsonaro, tem 2.997.781 votos (41,25% dos válidos) e Paes, 1.416.256 (19,49%).

Tarcísio Mota, do Psol, que subiu na reta final da campanha, figura com 780.955 (10,75%). E o senador Romário (Pode), que aparecia como candidato ao segundo turno, fica apenas em quarto lugar, com 638.630 (8,79%).

Entre os demais candidatos, o deputado federal Índio (PSD), vice de José Serra na eleição presidencial de 2010, tem 431.402 (5,92%). Pedro Fernandes (PDT) soma 441.487 (6,08%) e Márcia Tiburi (PT), 426.687 (5,87%). Quase ao final da campanha, a candidatura do ex-governador Anthony Garotinho (PRP) foi impugnada. O candidato Luiz Eugênio Honorato (PCO) também teve o nome indeferido e recorreu.

Votos em branco e nulos somam 18,36%. Abstenções são 23,59% do total.

Leia também

Últimas notícias