eleições 2018

Ibope: Bolsonaro 31%, Haddad 21%. Jornal da Record: Bolsonaro 29%, Haddad 24%

Ibope aponta 10 pontos de diferença entre candidato do PSL e o do PT. Segundo pesquisa no 'JR', diferença é de 5 pontos

Cláudio Kbene/Fotos Públicas
fernando haddad ibope

Bolsonaro cresce, enquanto Haddad permaneceu estável na pesquisa Ibope

São Paulo – De acordo com pesquisa Ibope divulgada na noite desta segunda-feira (1º), o candidato do PSL à Presidência da República, Jair Bolsonaro, tem 31% das intenções de votos, quatro pontos a mais em relação ao último levantamento. O candidato pelo PT, Fernando Haddad, manteve 21%.

Na sequência, aparecem Ciro Gomes (PDT), com 11%, oscilando um ponto para baixo. Geraldo Alckmin (PSDB) manteve os 8% da pesquisa anterior, enquanto Marina Silva (Rede) está agora com 4%, dois pontos a menos do que na última pesquisa.

João Amoêdo (Novo) tem 3%, Alvaro Dias (Podemos) aparece com 2%, mesmo percentual de Henrique Meirelles (MDB). Cabo Daciolo (Patriotas) tem 1%. Votos nulos e brancos somam 12% e não souberam ou não quiseram responder são 5%.

Segundo turno

O Ibope fez também outras simulações de segundo turno:

:: Ciro 45% x 39% Bolsonaro 

:: Alckmin 42% x 39% Bolsonaro 

:: Marina 38% x 43% Bolsonaro 

:: Haddad 42% x 42% Bolsonaro (39% x 39%)

A pesquisa tem margem de erro de 2 pontos percentuais, para mais ou para menos e foram entrevistados 3.010 eleitores em 208 municípios. Foi realizada nos dias 29 e 30 de setembro e tem registro no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) com o número 08650/2018. O nível de confiança é de 95%.

RealTime Big Data/Record

O Jornal da Record divulgou também nesta segunda levantamento feito pela empresa RealTime Big Data. Na pesquisa, Bolsonaro e Haddad aparecem com 29% e 24%, respectivamente. Ciro tem 11%, Alckmin 7% e Marina, 5%.

Em segundo turno contra o ex-militar, a vantagem é de Haddad, 45% a 41%. A pesquisa foi realizada nos dias 28 e 29 de setembro, com 3.200 entrevistados. A margem de erro também é de 2 pontos percentuais, para mais ou para menos. O nível de confiança é de 95%. O levantamento está registrado no TSE sob o número BR-06298/2018.