Home Política Dilma vota e critica Bolsonaro: ‘Promove o ódio e compromete a democracia’
'tô voltando'

Dilma vota e critica Bolsonaro: ‘Promove o ódio e compromete a democracia’

Candidata a senadora diz que a eleição deste ano é mais importante, desde a redemocratização do Brasil
Publicado por Redação RBA
14:26
Compartilhar:   
Doug Patricio/Brazil Photo Press/Folhapress
Dilma vota em MG

De acordo com o Datafolha, Dilma lidera a disputa para o Senado, em Minas Gerais, com 23% das intenções de votos válidos

São Paulo – A candidata ao Senado por Minas Gerais Dilma Rousseff (PT) votou nesta manhã de domingo (7), no bairro São Luiz, em Belo Horizonte. Após a votação, ela criticou o candidato à Presidência Jair Bolsonaro, do PSL.”Candidatos que promovem o ódio, comprometem a democracia. Sem democracia, o país vai paralisar”, afirmou a ex-presidenta.

Por outro lado, ela celebrou que as eleições de 2018, que segundo ela, é a mais importante, desde a redemocratização do Brasil, em 1985. “Eu acredito que hoje é um momento muito especial para o país. Porque nós estamos reafirmando a democracia no Brasil. A democracia que foi tão golpeada no impeachment como na sucessão desse processo. É a eleição da democracia”, declarou.

Ao chegar na zona eleitoral, ela chegou a ouvir algumas vaias de eleitores de Bolsonaro. Mas, em maior número, defensores da presidenta aplaudiram e ecoaram gritos de apoio. “Eu não acho que a vitória de quem quer que seja defina o que é o país”, completou.

De acordo com a última pesquisa Datafolha, divulgada no sábado (6), Dilma lidera a disputa para o Senado em Minas, com 23% das intenções de votos válidos.