recado para tucanos

Em novo vídeo, Temer diz para Geraldo Alckmin: ‘PSDB ajudou meu governo’

Em novo vídeo, presidente acusa tucano de 'mentiras' e lembra que partido fez parte de seu governo

Beto Barata/PR
Michel Temer e Geraldo Alckmin

Temer lembra que apoiou Geraldo Alckmin em outros momentos: ‘Eu levei o PSDB para dentro do Palácio do Planalto’

São Paulo – Michel Temer liberou outro vídeo na manhã desta quinta-feira (6) para responder o candidato tucano à Presidência, Geraldo Alckmin. Na sua fala, o emedebista acusa o ex-governador de mentir e lembra que o PSDB apoiou o governo.

Temer afirma que o “PSDB o ajudou” e citou os ex-ministros tucanos José Serra, que ocupou a pasta das Relações Exteriores, e Bruno Araújo, no ministério das Cidades. “(PSDB) Foi base do meu governo. Eu levei o PSDB para dentro do Palácio do Planalto por meio deputado Antonio Imbassahy (BA), que ajudou tanto meu governo e, agora, pode apoiar você (Alckmin)”, diz ele.

“Não faça como aqueles que falseiam e que mentem para conseguir votos, influenciados pelo marqueteiro. Conte exatamente a verdade”, finalizou. Os tucanos chegaram a ter quatro ministros no governo Temer, contando ainda com Luislinda Valois, que comandou a pasta dos Direitos Humanos. Atualmente, o único que permanece é Aloysio Nunes, no Itamaraty.

Na noite de quarta-feira (5), Temer já havia publicado um vídeo para desconstruir a propaganda eleitoral do candidato do PSDB à Presidência. Ele lembra que os alvos de crítica do ex-governador de São Paulo são da própria base do presidenciável. “Se você vier a ganhar a eleição, essa base será sua base governamental”, lembra. 

“Eu me lembro, Geraldo, quando você, candidato a governador, candidato a presidente, nas vezes que eu te apoiei, acho que você era diferente. Não atenda o que dizem seus marqueteiros, atenda apenas a verdade”, finalizou.