Ibope

Skaf ultrapassa Doria e tucano já é o mais rejeitado em SP. Paes lidera no Rio

Candidato do MDB ao governo de São Paulo aparece ligeiramente à frente do tucano, mas em empate técnico. Em segundo turno, emedebista vence

arquivo/ebc
skaf doria

Em eventual segundo-turno, Skaf vence Doria com facilidade: 41% contra 32%

São Paulo – O Ibope divulgou no início da noite de hoje (10) a mais recente pesquisa de intenção de votos para governos estaduais. Em São Paulo, o candidato do MDB, Paulo Skaf, pela primeira vez ultrapassou o tucano João Doria (PSDB) no primeiro turno, mas em situação de empate técnico. Skaf aparece com 22%, enquanto Doria fica com 21%. Na sequência, Márcio França (PSB) tem 8% e Luiz Marinho (PT), 5%.

A margem de erro da pesquisa é de três pontos percentuais, para mais ou para menos. Votos brancos e nulos somam 24% e os que não souberam ou não responderam, 13%. No levantamento anterior, realizado em agosto, Doria estava na liderança, com 20%, seguido de perto por Skaf com 18%. França tinha 5% e Marinho 4%.

Em eventual segundo turno, o emedebista aparece com vantagem maior: 41%, contra 32% do tucano. Doria é o mais rejeitado entre os candidatos: 31% do eleitorado afirma que não votaria nunca no ex-prefeito da capital paulista. 

No cenário de pesquisa espontânea, em que os entrevistadores não mostram uma lista de candidatos, apenas perguntam em quem o eleitor pretende votar, Doria e Skaf aparecem empatados como os preferidos de 9% dos paulistas. Depois vêm França, com 3%, e Marinho, com 2%.

Rio de Janeiro

O candidato Eduardo Paes (DEM) aparece à frente do pleito com 23% das intenções de voto, em empate técnico com o senador Romário (Pode). Na sequência, Anthony Garotinho (PRP), com 12%, Tarcísio Mota (Psol), com 5%, e Índio da Costa (PSD), com 4%.

Na pesquisa anterior, de agosto, Romário aparecia com 14% das intenções de voto contra 12% de Paes. Garotinho conservou os 12%.

Em um eventual segundo turno, os eleitores apontaram uma vantagem de Paes contra Romário: 37% contra 31%. Neste cenário, espanta o grande número de indecisos, que totalizam 32% do eleitorado.

O campeão de rejeição no estado é Garotinho: 50% dos eleitores não votariam no candidato. Em seguida, Paes, com 27% e Romário, com 22%. Índio tem reprovação de 16% do eleitorado, e Tarcísio, 13%.

 

Leia também

Últimas notícias