Home Política Pilar del Río, presidenta da Fundação José Saramago, adere ao #EleNão
'Restituir a democracia'

Pilar del Río, presidenta da Fundação José Saramago, adere ao #EleNão

De Portugal, escritora anunciou apoio à campanha iniciada por mulheres, que terá atos neste dia 29 em todo o país e no exterior
Publicado por Redação RBA
14:36
Compartilhar:   
Reprodução
pilar.jpg

Pilar acompanha de perto os rumos da política brasileira

São Paulo – A escritora e presidenta da Fundação José Saramago Pilar del Río postou nas redes sociais foto de apoio ao movimento #EleNão, contra o candidato à Presidência da República Jair Bolsonaro (PSL).

Com origem na comunidade Mulheres contra Bolsonaro, no Facebook, o movimento cresceu com a criação de outros grupos e com a adesão de artistas e intelectuais. Estão previstas manifestações neste sábado (29) em várias capitais, cidades do interior e até de outros países, inclusive em Portugal.

Pilar, que foi companheira do escritor português até a sua morte, acompanha de perto a política brasileira. No final de maio de 2016, logo após o golpe que destituiu a presidenta eleita Dilma Rousseff (PT), gravou um vídeo em que conclamava: “Vamos trazer de volta a sensatez ao Brasil”.

“Se está contrariando a democracia de uma maneira tão grosseira e descarada”, disse.  “É nossa obrigação como cidadãos opinar sobre o que está acontecendo no Brasil, dizer que há que restituir a democracia, que é preciso restituir um governo de cultura, de progresso, um governo que contemple todos os cidadãos e cidadãs.”

Confira: