Você está aqui: Página Inicial / Política / 2018 / 08 / Gleisi: 'Se Lula não estiver nos próximos debates, Haddad estará'

eleições 2018

Gleisi: 'Se Lula não estiver nos próximos debates, Haddad estará'

No dia seguinte ao primeiro debate dos candidatos à Presidência, que não teve representantes da legenda, presidenta do PT e ex-prefeito de SP visitaram Lula e discutiram estratégias para campanha
por Redação RBA publicado 10/08/2018 15h53, última modificação 10/08/2018 16h01
No dia seguinte ao primeiro debate dos candidatos à Presidência, que não teve representantes da legenda, presidenta do PT e ex-prefeito de SP visitaram Lula e discutiram estratégias para campanha
reprodução/facebook
haddad e gleisi.jpg

Gleisi criticou o debate de ontem pela ausência de Lula, que lidera todas as pesquisas de intenções de voto

São Paulo – A presidenta do PT, senadora Gleisi Hoffmann (PR), visitou o ex-presidente e candidato à Presidência da República Luiz Inácio Lula da Silva, junto com o coordenador de campanha da legenda e candidato a vice, Fernando Haddad. A conversa entre eles foi centrada na estratégia para os próximos debates, já que ontem, na TV Bandeirantes, nenhum representante da chapa esteve presente e o partido realizou uma conversa paralela via redes sociais.

Gleisi criticou a ausência de Lula, que lidera todas as pesquisas de intenções de voto. “Não podemos ficar fora dos debates em respeito à população brasileira.” O petista está preso desde abril na sede da Polícia Federal em Curitiba, mas não perdeu seus direitos políticos, já que a decisão que o mantém encarcerado não transitou em julgado. “Lula faz um apelo para que seus adversários e os meios de comunicação lutem pelo fim da censura”, disse Haddad.

Os petistas afirmaram que vão tomar todas as atitudes cabíveis para garantir a presença do ex-presidente nos próximos debates mas, caso não seja possível, trabalharão para que o coordenador de campanha o substitua. “Se não conseguirmos com o Lula, vamos tomar todas as medidas para a participação do Haddad. Se Lula não estiver nos próximos debates, Haddad estará”, reiterou.

“A partir de agora, a coordenação da campanha, que Lula estabeleceu, define participação em debates, entrevistas e também a agenda externa. Evidentemente estarei à disposição para cumprir esse papel”, disse o ex-prefeito de São Paulo.ç

A ausência de um representante da chapa petista deixa o debate eleitoral no país raso, pontua Gleisi. “Lula assistiu a algumas partes do debate e achou uma discussão com ausência de propostas. E foi mesmo, não tínhamos quem efetivamente era comentado no debate. Comentava-se programas que o PT já tinha feito.”