Você está aqui: Página Inicial / Política / 2018 / 07 / Crise no Trabalho deixa Eliseu Padilha como ministro interino

Caos

Crise no Trabalho deixa Eliseu Padilha como ministro interino

Após afastamento do titular, que também era interino, Temer fez improvisação na Pasta, que sofre investigação
por Ana Cristina Campos, da Agência Brasil publicado 06/07/2018 10h03
Após afastamento do titular, que também era interino, Temer fez improvisação na Pasta, que sofre investigação
Cesar Itiberê/PR
trabalho

Chefe da Casa Civil, Padilha vai acumular duas pastas, enquanto governo tenta resolver confusão

Brasília – O chefe da Casa Civil da Presidência da República, ministro Eliseu Padilha, vai assumir interinamente o Ministério do Trabalho, no lugar de Helton Yomura. Padilha vai acumular os dois cargos. Em edição extra do Diário Oficial da União, publicado há pouco, o presidente Michel Temer exonerou Yomura e nomeou Padilha.

Em nota à imprensa divulgada na noite desta quinta-feira (5), o Palácio do Planalto informou que Temer recebeu e aceitou o pedido de exoneração do ministro do Trabalho. "O presidente agradeceu sua dedicação à frente da pasta", diz a nota da Secretaria de Comunicação Social da Presidência.

Um dos alvos da terceira fase da Operação Registro Espúrio, deflagrada hoje pela Polícia Federal (PF), o ministro Helton Yomura prestou depoimento na superintendência do órgão, em Brasília, acompanhado por seu advogado, e depôs por cerca de uma hora.

Em nota, o advogado do ministro, César Caputo Guimarães, confirmou que, em função das investigações, Yomura foi suspenso de suas funções no ministério e afirmou que todas as medidas jurídicas cabíveis seriam adotadas para reverter tal medida, determinada pelo Supremo Tribunal Federal (STF).

A PF informou que o objetivo da terceira fase da Operação Registro Espúrio foi aprofundar as investigações sobre uma suposta organização criminosa suspeita de fraudar a concessão de registros sindicais junto ao Ministério do Trabalho.

Leia mais:

Na gestão Temer, Ministério do Trabalho vive tempos de improviso