Você está aqui: Página Inicial / Política / 2018 / 07 / CUT inicia no domingo marcha por Lula Livre no agreste de Pernambuco

resistência

CUT inicia no domingo marcha por Lula Livre no agreste de Pernambuco

Marcha percorrerá 100 quilômetros em seis dias, até chegar em Recife, no dia 20
por Redação RBA publicado 11/07/2018 14h57, última modificação 11/07/2018 15h26
Marcha percorrerá 100 quilômetros em seis dias, até chegar em Recife, no dia 20
CUT-PE
plenaria cut nordeste.jpg

Plenária contou com militantes dos estados de Pernambuco, Bahia, Sergipe, Alagoas, Paraíba e Rio Grande do Norte

São Paulo – Centrais sindicais, movimentos sociais e partidos realização na próxima sexta-feira (13) um dia de mobilização contra a 'guerra jurídica' para impedir a soltura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Com panfletagem pelo Brasil, o objetivo é fazer um "esquenta" para a próxima segunda (16), quando será lançada a Marcha Lula Livre em Pernambuco.

A marcha é organizada pelas unidades da CUT no Nordeste e percorrerá um trajeto de 100 quilômetros entre Bezerro, no agreste pernambucano, a Recife, com previsão de chegada na capital no dia 20. 

O presidente da CUT Pernambuco, Paulo Rocha, destacou a importância de ocupar as ruas no próximo período, com atividades que devem se estender até agosto. "O movimento sindical e social precisa unir forças para ocupar as ruas e construir um grande dia de mobilização em 10 de agosto, quando iremos dizer um basta de desemprego, de reforma da Previdência, de reforma trabalhista, da sanha política e entreguista que estão sendo cometidas por este governo golpista de Temer", disse.

O 10 de agosto será um dia nacional de luta, com atos e paralisações em todo país, organizados pela CUT, CSB, CTB, Força Sindical, Intersindical, Nova Central e UGT. A mobilização pedirá a criação de programas e ações imediatas para enfrentar o desemprego e o subemprego crescentes, a renovação da política de valorização do salário mínimo e a revogação dos retrocessos apontados pelos trabalhadores da "reforma" trabalhista.

Para 15 de agosto, está prevista mobilização em Brasília para marcar o dia do registro da candidatura de Lula à Presidência da República"É fundamental a realização dessas plenárias regionais  (as da CUT no Nordeste ocorreram na segunda) para que possamos colocar a agenda prioritária da classe trabalhadora no centro do debate eleitoral em todas as regiões do país", diz o secretário-adjunto de Comunicação da CUT, Admirson Medeiros, o Greg.

Com informações da CUT