Home Política MST tranca rodovias em todo o país contra prisão de Lula
#LulaLivre

MST tranca rodovias em todo o país contra prisão de Lula

Trabalhadores rurais também protestam contra a Rede Globo e jornais relacionados, por identificar esses veículos como protagonistas na perseguição judicial ao ex-presidente
Publicado por Redação RBA
09:36
Compartilhar:   
MST Lula livre

Trabalhadores rurais protestam em diversas rodovias do país nas primeiras horas da manhã contra a prisão de Lula

São Paulo – Para demonstrar indignação com a iminente prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, cerca de 15 mil integrantes do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) participam de bloqueios de BRs e outras rodovias pelo país, desde as primeiras horas da manhã desta sexta-feira (6). Segundo o MST, mais de 50 pontos de estradas já foram bloqueados em todo o território nacional, incluindo capitais e zonas rurais do país. A expectativa é que esse número ainda possa aumentar até o final do dia.

As mobilizações acontecem até agora em 16 estados: Bahia, Sergipe, Pará, Rio Grande do Sul, Paraíba, Pernambuco, Minas Gerais, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, São Paulo, Paraná, Alagoas, Ceará, Espírito Santo, Santa Catarina e Piauí. 

“Estamos em resistência contra a prisão do presidente Lula. A deliberação política das frentes Brasil Popular e Povo Sem Medo é essa. Não vamos deixar Lula se entregar, seja na cidade de São Paulo ou em Curitiba”, adverte João Paulo Rodrigues, da direção nacional do MST. “Orientamos a nossa militância para que possa vir para São Bernardo para resistirmos, além de continuarem a mobilizar-se em todos os estados do país”, conclui. 

Na Paraíba, as duas principais rodovias foram fechadas, a BR-101 e a BR-230, principal ligação entre João Pessoa e Campina Grande. Nos arredores da cidade de Mata Redonda, uma militante do MST foi baleada após um veículo ainda não identificado ultrapassar e de dentro dele um tiro ser disparado contra os manifestantes. A bala atingiu a perna esquerda de Lindinalva Pereira de Lima Filha, que foi atendida em um hospital de João Pessoa e passa bem.

Em Sergipe, o MST fecha a rodovia SE-270 (Rodovia Lourival Batista), na altura do povoado Taboca, em Itaporanga. Na Bahia, desde as primeiras horas da manhã, a BR-235 está bloqueada na altura de Casa Nova. Os manifestantes utilizaram galhos e pneus para atear fogo e impedir o trânsito na rodovia. Em Pernambuco, militantes do MST protestam na rodovia próxima ao município de Moreno. 

No estado do Paraná, já são três pontos fechados pelos sem-terra: em Quedas do Iguaçu, Laranjeiras do Sul e Porecatu. Na região Sudeste, o MST fechou a BR-101, no Espírito Santo. No Centro-Oeste, há bloqueios no estado de Mato Grosso do Sul, como nos arredores do município de Dois Irmãos do Buriti. Em Mato Grosso, o trancamento ocorre na BR-364, na cidade de Jaciara.  

No Norte, o MST fechou a BR-155, em Marabá. “Vai ter foice na defesa do Lula”, dizem as famílias de trabalhadores rurais no Pará. 

A população também demonstra sua indignação com a prisão de Lula e chegou a queimar pneus em frente ao Diário de Santa Maria, na região central do Rio Grande do Sul. O veículo de comunicação pertence ao grupo RBS, da Rede Globo, que, segundo os camponeses, é central na condução do golpe.