Home Política Aldo Fornazieri: ‘Candidatura Lula deve ser reafirmada até as últimas consequências’
'Preso Político'

Aldo Fornazieri: ‘Candidatura Lula deve ser reafirmada até as últimas consequências’

Professor e sociólogo afirma que elite e Judiciário devem pagar 'alto preço' por eventual impedimento do nome de Lula nas eleições de outubro
Publicado por Redação RBA
12:02
Compartilhar:   
Mídia Nínja
Lula sindicato

Executiva do PT deve se reunir hoje em Curitiba para reafirmar candidatura Lula

São Paulo – Para sociólogo e professor da Escola de Sociologia e Política (FESPSP) Aldo Fornazieri, é correta a atitude da Executiva do PT, que em reunião nesta segunda-feira (9), em Curitiba, deve reafirmar a candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva ao Palácio do Planalto. “Esse processo é uma farsa. Em sendo assim, penso que ele deve continuar como candidato, mesmo preso. Ele é um preso político. Não cometeu nenhum crime. “

Em entrevista à apresentadora Marilú Cabanãs na Rádio Brasil Atual, Fornazieri diz que o nome de Lula nas urnas deve ser mantido para que “a elite brasileira e esse Judiciário totalmente parcial e perseguidor” paguem “alto preço”, se eventualmente vier a impedir sua candidatura e, em último caso, até mesmo a sua posse como presidente eleito. 

Ele também diz que declarações de delegados e procuradores ligados a Lava Jato de que agora deve concentrar esforços em outras figuras políticas podem ser “cortina de fumaça”, na tentativa de disfarçar a perseguição contra Lula e o PT. “Os governos do PSDB, aqui em São Paulo, estão eivados de corrupção. No entanto, o que a Justiça vem fazendo é proteger o PSDB e outros corruptos. Essa situação é insustentável”, diz o professor.

Ouça a entrevista da Rádio Brasil Atual