Home Política Comando da Aeronáutica prega respeito a instituições acima de ‘convicções pessoais’
contenção

Comando da Aeronáutica prega respeito a instituições acima de ‘convicções pessoais’

Em comunicado interno a comandados, brigadeiro Rossato responde a oficiais que agitam redes sociais e defende 'obediência fiel à Constituição'
Publicado por Redação RBA
13:57
Compartilhar:   
Divulgação/FAB
Brigadeiro Rossato

Ânimos acirrados intensificam-se com a velocidade das redes sociais, segundo brigadeiro

São Paulo – O comandante da Aeronáutica, tenente-brigadeiro do ar Nivaldo Luiz Rossato, emitiu nota nesta quarta-feira (4) em que diz aos seus comandados que “necessidades da Nação”, em tempos de ânimos acirrados e polarização, vão além das opiniões pessoais de cada um emitida pelas redes sociais.

comunicado, de circulação interna, formaliza posição de um comando militar em resposta a manifestações de oficiais que têm circulado nas redes sociais, em especial um tuíte do comandante do Exército, general Villas Bôas Correa, afirmando “compartilhar o anseio dos cidadãos de bem, de repúdio à impunidade e de respeito à Constituição”.

A mídia comercial deu estardalhaço ao termo “repúdio à impunidade”. Os defensores do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva reiteraram, de outro lado, ser exatamente esta a expressão de seu desejo: o respeito à Constituição.

Em alusão ao julgamento do habeas corpus de Lula pelo Supremo Tribunal Federal (STF), o comandante diz que o Brasil vive hoje um dos momentos mais importantes da história e que “tentar impor nossa vontade ou de outrem é o que menos precisamos neste momento”.

Por isso é muito importante que todos nós, militares da ativa ou da reserva, integrantes das Forças Armadas, sigamos fielmente à Constituição, sem nos empolgarmos a ponto de colocar nossas convicções pessoais acima daquelas das instituições.”

Ele também defendeu que o os poderes atuem seguindo “padrões éticos e morais”, e que os cidadãos “se respeitem e sejam respeitados”e tenham garantidos o seu direito de “ir e vir em segurança”.

Confira a íntegra do comunicado

comunicado aeronáutica