Frente a frente

Confira os principais trechos do depoimento de Lula ao juiz Moro

Em cerca de duas horas, ex-presidente voltou a criticar a Lava Jato pelo que considera mentiras inventadas pela Operação. “O que menos preocupa vocês é a prova”

Reprodução TVT
Depoimento_Lula

Pela segunda vez depondo ao juiz Moro, Lula foi enfático ao negar as acusações que lhe são impostas

São Paulo – Alguns momentos do depoimento que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva prestou ontem (13), ao juiz Sérgio Moro, em Curitiba, foram marcantes. Confira abaixo uma breve compilação feita pela TVT: 

 

Lula critica o famoso “power point” do Ministério Público. “A desgraça de quem conta a primeira mentira, é passar o resto da vida mentindo pra justificar a primeira mentira.”

 

Lula diz não aceitar que alguém o acuse de obstruir a justiça e afirma ter ajudado a deixar a “sujeira sair do tapete”. “Se eu não acreditasse na Justiça, não faria política.”

“O que menos preocupa vocês é a prova”, disse Lula, sobre as acusações que lhe são imputadas nesse outro processo. “O Ministério Público contou uma grande mentira e quero ver como vão sair dessa.”

 

Lula declarou ficar “pasmo” em ser acusado pela segunda vez de receber um prédio que ele nunca pediu e nem foi dono.

 

“A Dilma tinha relação com as empresas porque era a ministra que cuidava do PAC. Eu sei qual é a malícia da pergunta”, afirmou Lula, negando em seguida que tenha conversado sobre dinheiro com o empresário Emílio Oderbrecht. “Eu desafio vocês da Lava Jato a encontrar nesse país alguém que discutiu comigo sobre um real.”

 

Lula disse que se alguém quisesse doar dinheiro para a campanha ou para o PT, deveria procurar os tesoureiros do partido e da campanha política. “Se alguém se apresentava pra algum empresário usando meu nome, são outros quinhentos.”

 

“Eu não sei qual era a relação que o ex-ministro Palocci tinha com o Marcelo Oderbrecht. Os dois nunca me pediram pra conversar. Se tinha um fundo, o Palocci que explique, o Marcelo que explique.”

 

“Quem conhece o Palocci percebeu que ele veio aqui pra cumprir um ritual… Eu não tenho raiva do Palocci, eu tenho pena dele ter terminado uma carreira tão brilhante da forma que terminou.”

 

“O Ministério Público ligado à Lava Jato enveredou por um caminho que vocês estão com dificuldade de sair. Então o objetivo é tentar encontrar alguém pra me criminalizar.”

Leia também

Últimas notícias