Home Política ‘Zero preocupação’, diz Temer sobre desembarque tucano
Crise?

‘Zero preocupação’, diz Temer sobre desembarque tucano

Mais cedo, presidente gravou vídeo dizendo que está fazendo 'voltar o desemprego'
Publicado por Redação RBA
17:52
Compartilhar:   
Via O Cafezinho
fora temer

Primeiramente… Em Hamburgo, Temer é recepcionado com palavras que já fazem parte também de sua agenda externa

São Paulo – O presidente Michel Temer disse há pouco ter “zero preocupação” em relação a um desembarque do PSDB de seu governo. A mídia comercial tem noticiado que os tucanos preparam a saída e já flertam com o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), como solução para preservar alguma estabilidade política e garantir a continuidade das reformas. “Acho que foi força de expressão, nada mais”, disse Temer a jornalistas, depois de reunião do G20 em Hamburgo, na Alemanha, sobre declarações do presidente do PSDB, o senador Tasso Jereissati (CE), sobre “ingovernabilidade” e de outro senador tucano, Cássio Cunha Lima (PB), sobre uma possível queda de seu governo em 15 dias. “Vamos esperar 15 dias, né? Não é verdade?”

“Às vezes as pessoas ficam entusiasmadas”, comentou Temer, lembrando que o partido aliado tem quatro ministros e estão “todos tranquilos”. “Ainda agora me ligaram todos, dizendo que a fala do senador Tasso não condiz com aquilo que pensa a maioria do PSDB”, acrescentou. Sobre Maia, que estaria já se preparando para assumir a Presidência com um possível afastamento do atual mandatário, denunciado pela Procuradoria-Geral da República, ele disse que “só me dá provas de lealdade o tempo todo”.

Temer afirmou ainda não estar preocupado com uma possível delação do ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha (PMDB-RJ). “Zero”, repetiu.

Ainda nesta sexta-feira (7), o presidente divulgou um vídeo em rede social para falar sobre melhorias em seu governo e disse que está “fazendo voltar o desemprego”. Ao chegar à Alemanha, ele já havia declarado que “não existe crise econômica no Brasil”.

 

A declaração de Temer sobre o desemprego é a 1:00: