Você está aqui: Página Inicial / Política / 2017 / 05 / Notícia sobre Temer interrompe debate público na Paulista e Boulos convoca ato

mobilização em sp

Notícia sobre Temer interrompe debate público na Paulista e Boulos convoca ato

"Agora sim tem motivo, é tomar as ruas e exigir Fora Temer e diretas já", afirmou o ativista do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto. Às 22h10 a Paulista foi fechada
por Redação RBA publicado 17/05/2017 23h08, última modificação 18/05/2017 11h42
"Agora sim tem motivo, é tomar as ruas e exigir Fora Temer e diretas já", afirmou o ativista do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto. Às 22h10 a Paulista foi fechada
Gabriel Valery
paulista em 17 de maio de 2017.jpg

“Temer vai cair pelas mãos do povo, diretas já", gritavam os manifestantes depois de fecharem uma das vias da Paulista

São Paulo – Cerca de 300 pessoas estavam reunidas no vão do Masp, na avenida Paulista, no início da noite desta quarta-feira (17) quando começou a circular a notícia de que o dono da JBS gravou uma fala do presidente Michel Temer dando aval para a compra do silêncio de Eduardo Cunha.

A Frente Povo Sem Medo realizava um debate público, como preparação​ para o ato de Brasília do dia 24 de maio, contra as reformas trabalhista e da Previdência de Temer, e na perspectiva de discutir os próximos passos de mobilização.

Estavam presentes no debate o ativista Guilherme Boulos, da Coordenação Nacional do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto, a recém-eleita presidenta do Sindicato dos Bancários de São Paulo, Osasco e Região, Ivone Silva, o jornalista Leonardo Sakamoto e o sindicalista Nelson Carneiro Índio, da Intersindical.

A notícia interrompeu o debate. Boulos convocou os presentes para um ato de protesto. "Vamos tomar as ruas deste país. Fizeram isso por muito menos no ano passado e tomaram a avenida Paulista", disse, referindo-se ao movimento pelo impeachment de Dilma Rousseff. "Agora sim tem motivo, é tomar as ruas e exigir 'Fora, Temer! e Diretas Já'".

Às 22h10 a Paulista foi fechada no sentido Consolação e começou o ato. "Temer vai cair pelas mãos do povo, 'Diretas Já!', gritavam os manifestantes". Do outro lado da avenida, muitos carros passavam buzinando e as ocupantes gritando "Fora, Temer!".

Com reportagem de Gabriel Valery

Assista a convocação da Frente Povo Sem Medo para a manifestação por "Fora, Temer!" 

Leia mais: