Home Política Suplicy apela a novos vereadores para desistir de aumento salarial
nova legislatura

Suplicy apela a novos vereadores para desistir de aumento salarial

Em cerimônia de posse na Câmara e do prefeito João Doria, ele defendeu também que oposição tenha caráter construtivo. Já o prefeito fala em humildade para que sua gestão melhore a cidade
Publicado por Redação RBA
16:56
Compartilhar:   
Agif/Folhapress
doria e suplicy.jpg

Doria ao lado de Suplicy na Câmara Municipal: cerimônia de posse para o início da nova legislatura

São Paulo – O vereador Eduardo Suplicy (PT) fez um apelo hoje (1º) aos colegas para que desistam do reajuste salarial aprovado pelos próprios vereadores da legislatura que se encerrou ontem (31), em sessão no dia 20 de dezembro. Com o reajuste, o salário de vereador na capital paulista sobe de R$ 15 mil para R$ 18.991,68.

Por ser o eleito mais velho, Suplicy comandou a sessão na Câmara que na tarde de hoje deu posse ao prefeito João Doria, ao vice, Bruno Covas, e aos 55 vereadores da nova legislatura. O vereador disse que batalhou muito para que o prefeito Fernando Haddad fosse reeleito, “porque ele fez uma excelente gestão”, mas que agora estará empenhado em fazer uma oposição construtiva à gestão de Doria.

Na sessão, o vereador também lembrou que já existe um grupo para a construção de um programa de renda básica de cidadania e pediu que o Doria dê continuidade ao trabalho de Haddad.

Ao ser empossado, Doria reafirmou promessa de campanha na qual disse que vai despachar na Câmara Municipal todo mês. “É mais um compromisso que vamos cumprir e vamos começar a fazê-lo já neste mês de janeiro e todos os meses o prefeito aqui estará”. Doria também prometeu respeito ao Poder Judiciário e disse que esse respeito pelos poderes significa respeito à democracia, “à essência e ao valor da democracia em nosso país”.

O prefeito disse ainda que governará a cidade para todos e voltou a falar em respeito, desta vez em relação à transparência e ética na gestão pública. Falou também em respeito à inovação e disse que a cidade precisa ser governada com humildade. Doria destacou que uma demonstração de humildade será dada amanhã (2), quando ele e seu secretariado estarão às 6h na Praça 14 Bis, no centro da cidade, vestidos de gari, “para demonstrar que a cidade deseja ser melhor, mais justa e mais limpa para se viver”.

Com reportagem de Rodrigo Gomes