Eleições 2016

Eleição em Florianópolis tem ‘viradas’ e vitória apertada de Gean Loureiro

Candidata Angela Amin, do PP, chegou a liderar até os instantes finais da apuração. Gean, do PMDB, ganhou por meio ponto, com apenas mil votos a mais

EBC
Gean

Diferença de Gean para Angela foi de apenas meio ponto

São Paulo – Em outra votação equilibrada, que quase inverteu o resultado do primeiro turno, o advogado e deputado estadual (o mais votado na capital catarinense) Gean Loureiro (PMDB) foi eleito para a prefeitura de Florianópolis. A diferença entre os dois candidatos foi de apenas meio ponto percentual, ou pouco mais de mil votos.

Gean obteve 111.943 votos (50,26% dos válidos), ante 110.790 (49,74%) dados a Angela Amin, ex-prefeita, ex-vereadora, ex-deputada federal e mulher do ex-governador Esperidião Amin, atual deputado federal. Na primeira rodada, dia 2, ela teve 24,57% dos válidos e ele, 40,39%.

A coligação do PMDB inclui ainda PSDB, DEM, PTB, SD, PPS e PDT, entre outros, em um total de 15 partidos.

A eleição em Santa Catarina foi objeto de polêmica, já que logo depois do primeiro turno o Superior Tribunal de Justiça (STJ) cassou os direitos políticos de Angela, acusada de improbidade administrativa pelo Ministério Público, durante a gestão como prefeita. Ela afirmou que a decisão é “descabida” e recorreu.

A apuração contabilizou ainda 16,18% de abstenções. Os votos em branco somaram 3,91% e os nulos, 12,07%.

Outras cidades

Blumenal reelegeu Napoleão Bernardes (PSDB) com 104.535 votos (57,56% dos válidos). Jean Kuhlmann (PSD) terminou com 77.073 (42,44%). Houve 11,61% de abstenções e 10,73% de brancos e nulos.

Udo Dohler (PMDB), com 171,217 votos (55,6%), venceu Darci de Matos (PSD), com 136.702 (44,4%), e continuará comandando comandar a prefeitura de Joinville. A cidade teve 17,2% de abstenções, brancos e nulos.