Você está aqui: Página Inicial / Política / 2016 / 06 / Parecer que retira exclusividade da Petrobras no pré-sal é adiado

Câmara dos Deputados

Parecer que retira exclusividade da Petrobras no pré-sal é adiado

Após reunião ser remarcada às pressas, deputados do PT e do Psol conseguem pedir vista de relatório favorável ao projeto, de autoria de José Serra (PSDB-SP). Votação deve ocorrer em5 de julho
por Redação RBA publicado 28/06/2016 20h10, última modificação 29/06/2016 08h59
Após reunião ser remarcada às pressas, deputados do PT e do Psol conseguem pedir vista de relatório favorável ao projeto, de autoria de José Serra (PSDB-SP). Votação deve ocorrer em5 de julho
divulgação/fup
plplpl.jpg

Petroleiros estão mobilizados em Brasília para barrar o projeto de Serra

São Paulo – A comissão Especial da Câmara que analisa o Projeto de Lei (PL) 4,567/2016, de autoria do senador José Serra (PSDB-SP), teve seu parecer adiado após pedidos de vistas dos deputados Carlos Zarattini (PT-SP) e Glauber Braga (Psol-RJ). O projeto que pretende acabar com a exclusividade da Petrobras na operação do pré-sal conta com apoio do relator, José Carlos Aleluia (DEM-BA).

Mesmo com a reunião de hoje (28) cancelada na agenda da Casa, ela foi reagendada às pressas. O relator efetuou a leitura do parecer favorável do texto já aprovado pelo Senado. Entretanto, após pedidos de vistas, a votação deve ocorrer na próxima terça-feira (5). Para a Federação Única dos Petroleiros (FUP), o cancelamento, com posterior remarcação da reunião teve como objetivo desmobilizar os trabalhadores do setor, contrários ao projeto.

"O ato demonstra a intenção clara de tentar impedir a mobilização dos petroleiros em Brasília. Semana passada, diante da pressão dos diretores da FUP, da Associação dos Engenheiros da Petrobras (Aepet) e da Frente Nacional dos Petroleiros (FNP), os deputados adiaram a votação do relatório. Há uma ação deliberada dos parlamentares que apoiam o governo golpista de Michel Temer (PMDB) de tentarem dificultar o acesso dos petroleiros às audiências da Comissão", afirmam em nota.

De acordo com a federação, "os petroleiros continuarão resistindo para impedir a aprovação do relatório que tira a Petrobras da operação do pré-sal. A FUP preparou material que está sendo distribuído em conjunto com a Aepet e a FNP, convocando os trabalhadores e toda a população a pressionar os parlamentares para que votem contra o projeto. O pré-sal tem que ser explorado pela Petrobras a serviço do povo brasileiro para garantir a soberania nacional e a utilização social dos recursos gerados", concluem.

registrado em: , , , , ,