Você está aqui: Página Inicial / Política / 2016 / 03 / Depois de Barbosa e Moro, Globo premia Cármen Lúcia

'faz diferença'

Depois de Barbosa e Moro, Globo premia Cármen Lúcia

Próxima presidente do Supremo, ministra exalta a Operação Lava Jato, "que cumpre as leis", e também diz que o impeachment não é golpe
por Brasil 247 publicado 24/03/2016 10h25, última modificação 24/03/2016 10h54
Próxima presidente do Supremo, ministra exalta a Operação Lava Jato, "que cumpre as leis", e também diz que o impeachment não é golpe
Brasil 247 / Reprodução ©
978506-02102015-_dsc1857.jpg

Cármen Lúcia, que será a próxima presidente do STF, recebeu o prêmio 'Faz Diferença'

Brasil 247 – Pelo terceiro ano seguido, a Globo, da família Marinho, concedeu seu prêmio Faz Diferença a um juiz. Primeiro foi Joaquim Barbosa, depois Sergio Moro e, na noite de ontem (23), a ministra Cármen Lúcia, que será a próxima presidente do Supremo Tribunal Federal.

Em seu discurso, a ministra exaltou a Operação Lava Jato, "que cumpre as leis", e também disse que o impeachment não é golpe por estar previsto na Constituição. "Não acredito que a presidente tenha falado que impeachment é golpe. Impeachment é um instituto previsto constitucionalmente. O que não pode acontecer de jeito nenhum é impeachment nem ou qualquer tipo de processo político-penal ou penal sem observar as regras constitucionais. Não há impeachment em andamento ainda, não tenho nenhuma dúvida que teremos que observar todas as regras constitucionais", disse a ministra.

Dilma afirmou é que, embora esteja previsto na Constituição, um processo de impeachment não prescinde de um crime de responsabilidade. A acusação contra a presidenta está ancorada na tese das "pedaladas fiscais", ainda que as contas do governo federal nem sequer tenham sido apreciadas pelo Congresso Nacional.

registrado em: , , ,