Você está aqui: Página Inicial / Política / 2015 / 08 / Cardozo pede convergência política para superar momento de crise

diálogo

Cardozo pede convergência política para superar momento de crise

"Vamos deixar nossas divergências para um outro momento: o momento da disputa eleitoral, o momento do palanque, o momento do voto", disse o ministro
por Bruno Bocchini, da Agência Brasil publicado 31/08/2015 18h11
"Vamos deixar nossas divergências para um outro momento: o momento da disputa eleitoral, o momento do palanque, o momento do voto", disse o ministro
Wilson Dias/ Agência Brasil
Jose_Eduardo_Cardozo

Cardozo reconheceu que o PT errou, quando era oposição, ao não negociar com as forças políticas da situação

São Paulo – O ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, pediu hoje (31) que as forças políticas do país se unam para que o país supere o momento de crise. Cardozo disse que o governo está aberto a dialogar com a oposição, mas não quis nominar os partidos ou as lideranças com as quais o Planalto estaria disposto a conversar.

“Não vou nominar ninguém. São todas as forças políticas e sociais do país. Eu acho que vivemos um momento de crise e é necessário que nos unamos e tenhamos convergência. Vamos deixar nossas divergências para um outro momento: o momento da disputa eleitoral, o momento do palanque, o momento do voto”, disse o ministro após participar de um fórum com empresários na capital paulista.

Cardozo reconheceu que, no passado, o PT errou, quando estava na oposição, ao não negociar com as forças políticas da situação. “Estávamos errados ao não negociar, agora querem dar o troco?”, disse, destacando que a postura do “revide” não é exclusiva de nenhum partido, mas da mentalidade política brasileira.

registrado em: , , ,