Home Política Rio de Janeiro e Esplanada dos Ministérios começam a receber manifestantes
Antigoverno

Rio de Janeiro e Esplanada dos Ministérios começam a receber manifestantes

Com as cores da bandeira e frases contra o governo, grupos ocupam áreas em frente à Catedral Metropolitana de Brasília e ao Museu da República; no Rio, manifestantes concentram-se em Copacabana
Publicado por Da Agência Brasil
11:32
Compartilhar:   
Tasso Marcelo/ Fotos Públicas
rio de janeiro.jpg

Copacabana: ato começou com o hino nacional; discursos no alto do carro de som pedem o fim da corrupção

Brasília A manifestação contra o governo e a corrupção na Esplanda dos Ministérios, em Brasília, já tem 30 mil pessoas, segundo estimativa da Polícia Militar do Distrito Federal.

Convocados por grupos diversos pelas redes sociais, os manifestantes se reuniram em pontos distintos da Esplanada, mas, neste momento, já começam a caminhar para se concentrar em frente ao Palácio do Congresso Nacional.

O Eixo Monumental, via que corta a Esplanada, está fechado desde a rodoviária do Plano Piloto ate a Praça dos Três Poderes. Ao longo de todo esse percurso, os manifestantes ocupam a rua e os gramados em frente aos ministérios e prédios públicos.

A maioria dos presentes vestem camisas nas cores da bandeira do Brasil ou com frases contra o governo e a corrupção. Há ainda muitas bandeiras nacionais, cartazes com pedido de impeachment e carros de som. O trânsito já começa a ficar complicado na região central da cidade, com congestionamentos no Eixo Monumental antes da chegada na Esplanda.

O policiamento está bastante reforçado. A maior parte dos manifestantes é composta de jovens e adultos, mas também é possível ver crianças e idosos. Até o momento o clima é de muita tranquilidade. As manifestações foram convocadas por meio de redes sociais por grupos como Vem Pra Rua, Limpa Brasil, Movimento Brasil Contra a Corrupção, Movimento Brasil Livre, Diferença É o Sinal para Mudar o Brasil e Foro de Brasília.

A Polícia Militar estima que ao longo do dia cerca de 70 mil pessoas compareçam à manifestação, já os organizadores estimam cerca de 130 mil. Mas no momento, a estimativa da PM é de cerca de 3.200 presentes à manifestação.

As manifestações foram convocadas por meio de redes sociais por grupos como Vem Pra Rua, Limpa Brasil, Movimento Brasil Contra a Corrupção, Movimento Brasil Livre, Diferença É o Sinal para Mudar o Brasil e Foro de Brasília.

A Polícia Militar do Distrito Federal ainda não tem estimativa de público, mas espera que ao longo do dia entre 50 mil e 60 mil pessoas participem das manifestações no centro da cidade. Já os organizadores dos grupos que convocaram os protestos esperam até 130 mil pessoas.

No Rio de Janeiro

Uma manifestação organizada pelos movimentos Vem para Rua, Brasil Limpo e Cariocas Direitos reúne milhares de manifestantes na orla da Praia de Copacabana, na altura do Posto 5. A maioria dos manifestantes veste camisas verdes e amarelas e carregam bandeiras do Brasil.

O ato começou com o hino nacional. Os discursos, no alto do carro de som, pedem o fim da corrupção, o afastamento da presidenta Dilma Rousseff e fazem críticas também à condução do PT no governo.

“Este movimento é pela redenção do Brasil e restauração dos direitos da classe trabalhadora. As autoridades pensaram que este ato seria um fracasso, não é essa a demonstração. Temos aqui mais de 15 mil pessoas”, disse o presidente da Federação dos Metalúrgicos e da Força Sindical no Rio de Janeiro, Francisco Dal Prá.

Os manifestantes estão espalhados pelas duas pistas da orla, mas o trânsito não foi interrompido para quem segue do Posto 6 em direção ao Leme.

A Polícia Militar montou um esquema de segurança com policiais em fila por toda extensão da orla onde têm manifestantes.

A PM ainda não divulgou a estimativa do número de manifestantes.