Home Política ‘Quem não respeita participante do Bolsa Família não conhece o brasileiro’, diz Dilma
Contra pobreza

‘Quem não respeita participante do Bolsa Família não conhece o brasileiro’, diz Dilma

Presidenta rebateu críticas a programas sociais do governo: 'Vocês lembram quando o Brasil era para poucos? Não pode haver barreiras, as pessoas têm que ter oportunidades iguais'
Publicado por Redação da RBA
14:05
Compartilhar:   
Roberto Stuckert Filho/PR
Dilma

Presidenta foi ovacionada ao anunciar que BR 381 chegará a Governador Valadares e será duplicada

São Paulo – A presidenta Dilma Rousseff rebateu críticas aos programas de inclusão social do governo federal durante a manhã de hoje (17), na formatura de 1.254 alunos do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec), no município mineiro de Governador Valadares.

“O Pronatec mostra duas coisas: mostra a imensa autoestima que as pessoas adquirem. Mostra a engenhosidade, o empreendedorismo e a imensa dignidade do brasileiro. Aqueles que não acreditam e não respeitam os beneficiários do Brasil sem Miséria, do Bolsa Família, é que não conhecem, de maneira alguma, a imensa capacidade de trabalho, dignidade e autoestima de cada brasileiro e brasileira”, disse a presidenta.

Criado em 2011, o Pronatec já formou 4,6 milhões de alunos em cursos técnicos, por meio de parcerias com o Sistema S. A meta é matricular 8 milhões de alunos até o final de 2014, com investimento de R$ 14 bilhões. Os formandos de Governador Valadares são beneficiários do programa Brasil Sem Miséria e realizaram cursos entre outubro e dezembro de 2013.

“Vocês lembram de uma época em que o Brasil era feito para poucos, para alguns privilegiados e que as pessoas não podiam entrar em um curso porque não tinham como pagar? Não pode haver essa barreira quando se trata de oportunidade. As pessoas são diferentes sim, mas elas têm que ter oportunidades iguais. É isso que nós damos aqui: oportunidade iguais”, disse Dilma.

A presidenta foi ovacionada ao anunciar que a BR 381 (Rodovia Fernão Dias) chegará até Governador Valadares e será duplicada. “Além de duplicar vamos garantir acesso e travessia para não prejudicar a população valadarense”, disse. “Desejo a vocês, ‘pronatecanos’ um grande caminho. Não parem aqui: estudar a gente estuda até os 100 anos.”

A duplicação da rodovia é um tema critico dos adversários de Dilma em Minas Gerais. O presidente nacional do PSDB, Aécio Neves, provável candidato à presidência da República nas eleições deste ano, chegou a afirmar que a rodovia seria feita “pela metade” devido à falta da duplicação em parte dos lotes, que começaram a ser licitados no ano passado.