Você está aqui: Página Inicial / Política / 2013 / 10 / Para Dilma, expansão do ensino técnico transformará a economia do país

educação

Para Dilma, expansão do ensino técnico transformará a economia do país

Presidenta participa de entrega de diplomas para 4.500 formandos do Pronatec no Rio Grande do Norte
por Redação RBA publicado 02/10/2013 15h27, última modificação 02/10/2013 15h33
Presidenta participa de entrega de diplomas para 4.500 formandos do Pronatec no Rio Grande do Norte
roberto stuckert filho/pr
dilma rio grande do norte

Dilma durante evento no RN: 'País precisa de estudantes trabalhadores e de trabalhadores estudantes'

São Paulo – “Para crescermos e ser uma nação desenvolvida vamos precisar de estudantes trabalhadores e trabalhadores estudantes”, afirmou a presidenta Dilma Rousseff ao participar nessa manhã (2) da cerimônia de entrega dos diplomas de conclusão de curso para 4.500 alunos do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec), em Ceará-Mirim, no Rio Grande do Norte.

O evento também serviu para inaugurar três novas unidades do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte (IFRN), para os municípios de Ceará-Mirim, Canguaretama e São Paulo do Potengi.

Com o investimento de R$ 27 milhões, as novas unidades devem atender 1.200 alunos, cada. Inicialmente, serão oferecidos os cursos técnicos de programação de jogos digitais, equipamentos biomédicos, edificações e meio ambiente, turismo e eletromecânica. Com a inauguração, o instituto federal totaliza 19 campi em todo o estado.

Segundo a presidenta Dilma Rousseff, a expansão do Pronatec faz parte do esforço para transformar o país numa das maiores economias do mundo.

“Nos países desenvolvidos, para cada universitário existe cerca de dez com ensino técnico de alto nível. Queremos isso, porque sabemos que assim podemos chegar a melhores salários e dar maior perspectiva, não só para as pessoas que fazem o ensino, mas também para suas famílias”.

Criado em 2011, o programa é uma parceria entre o governo federal e institutos federais de educação, escolas federais técnicas e instituições do Sistema S. O objetivo é expandir, interiorizar e democratizar a educação profissional e tecnológica, com a meta de ofertar 8 milhões de vagas até 2014.

Para o ministro da Educação, Aloizio Mercadante, presente à cerimônia, o mercado de trabalho está cada vez mais exigente. “A qualificação leva a melhores oportunidades, carreiras e salários. Isso é muito importante, portanto continuem trabalhando e estudando”, disse aos formandos.

Na cerimônia, o prefeito de Ceará-Mirim, Antonio Peixoto (PR), agradeceu os investimentos do governo federal aplicados na construção de 1112 casas do Minha Casa Minha Vida, na reforma de quinze postos de saúde e construção de mais sete, além de sete quadras cobertas e R$ 16 milhões destinados ao projeto de abastecimento de água no município. Ele ainda pediu atenção do governo para a duplicação da BR 206. A presidenta se comprometeu a olhar os pleitos com atenção.

Ela ainda reafirmou o compromisso do governo federal para a criação de 12 novas agências da Previdência Social em todo o estado.

registrado em: ,