O ministro relator do processo da Ação Penal 470, Joaquim Barbosa viu gestão fraudulenta do banco para favorecer PT (Fellipe Sampaio/STF)

Imagem no tamanho completo: 253 KB | Visualizar imagem Visão Baixar imagem Download