Você está aqui: Página Inicial / Política / 2012 / 07 / Corregedoria da Câmara aprova pedido de cassação do deputado Carlos Leréia por envolvimento com Cachoeira

Corregedoria da Câmara aprova pedido de cassação do deputado Carlos Leréia por envolvimento com Cachoeira

por Danilo Macedo, da Agência Brasil publicado , última modificação 11/07/2012 18h29

Brasília – A Corregedoria da Câmara dos Deputados aprovou hoje (11) parecer que recomenda a cassação do mandato do deputado Carlos Alberto Leréia (PSDB-GO) por envolvimento com o empresário Carlos Augusto Ramos, o Carlinhos Cachoeira. O parecer ainda será submetido à Mesa Diretora da Casa e, se aprovado, será encaminhado ao Conselho de Ética.

O deputado Jerônimo Goergen (PP-RS), relator do caso envolvendo Leréia na comissão de sindicância, disse que encontrou, nas gravações telefônicas a que teve acesso, “indícios significativos” que embasam sua decisão de pedir a cassação do mandato do deputado. “Vai além da amizade pessoal. É uma relação de favorecimento recíproco. Posso afirmar que existe indício muito forte de que essa relação não é uma relação à altura de um parlamentar”.

A comissão de sindicância também analisou o envolvimento dos deputados Sandes Júnior (PP-GO) e Rubens Otoni (PT-GO) com Cacheira, mas decidiu pelo arquivamento das representações contra ambos. “Foram arquivados porque a comissão entendeu que não haviam provas suficientes para mandá-los ao Conselho de Ética”, disse o corregedor da Câmara, deputado Eduardo da Fonte (PP-PE).