Você está aqui: Página Inicial / Política / 2012 / 06 / Pochmann deixa o Ipea para iniciar campanha pela prefeitura de Campinas

Pochmann deixa o Ipea para iniciar campanha pela prefeitura de Campinas

por Vitor Nuzzi, da RBA publicado , última modificação 01/06/2012 20h06

São Paulo – O presidente do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), Marcio Pochmann, deixa o cargo no início da semana que vem. Segundo ele, o decreto com a exoneração deverá ser publicado na próxima segunda (4) ou terça-feira (5). Pochmann disputará a prefeitura de Campinas, no interior de São Paulo, pelo PT. Doutor em Economia pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), ele é professor daquela instituição desde 1995. De 2001 a 2004, foi secretário municipal do Desenvolvimento, Trabalho e Solidariedade em São Paulo (gestão Marta Suplicy).

Na última terça-feira (29), Pochmann foi recebido no Palácio do Planalto pela presidenta Dilma Rousseff, com quem tratou de sua saída do Ipea. Ele entregou a Dilma dois volumes do livro "Brasil em Desenvolvimento: Estado, Planejamento e Políticas Públicas", lançado este ano pelo instituto, além do plano de trabalho da entidade para 2012. O Ipea é vinculada à Secretaria de Assuntos Estratégicos da Presidência da República.

Uma das principais cidades do interior paulista, Campinas vive um período político conturbado, com afastamento do prefeito e do vice e realização de eleição indireta para escolha do chefe do Executivo – em abril, a Câmara elegeu Pedro Serafim (PDT), que já enfrenta uma greve dos servidores, iniciada há três semanas. Uma reunião de conciliação está marcada para as 13h30 de hoje, na 1º Vara da Fazenda Pública. Entre os vários itens da pauta, os funcionários reivindicam 13,18% de reajuste salarial. A prefeitura ofereceu 5,39%.