Você está aqui: Página Inicial / Política / 2012 / 03 / Confiante, Lula passa por terceira e última sessão de quimioterapia nesta segunda

Confiante, Lula passa por terceira e última sessão de quimioterapia nesta segunda

Ex-presidente participa de sorteio na final de campeonato de futebol americano em São Paulo na véspera da retomada do tratamento
por Redação da RBA publicado , última modificação 01/03/2012 00h00
Ex-presidente participa de sorteio na final de campeonato de futebol americano em São Paulo na véspera da retomada do tratamento

São Paulo – A terceira e última sessão de quimioterapia do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva acontece nesta segunda-feira (12), no Hospital Sírio-Libanês, na capital paulista. Ele trata um câncer na garganta desde o fim de outubro e disse estar confiante neste domingo (11), ao comparecer à final de um torneio de futebol americano no Estádio do Ibirapuera, na zona sul de São Paulo.

Lula tirou cara ou coroa no início da partida e contou que está confiante em relação ao tratamento contra o câncer de laringe. Na etapa atual do tratamento, além de receber os medicamentos, Lula passará por exames para avaliar a evolução do tumor na garganta. A expectativa é de que tenha havido melhora.

A chegada ao hospital será na parte da manhã. Ele deve permanecer até a tarde ou início da noite. Quando foi iniciado o tratamento, os médicos definiram que, em fevereiro de 2012, dois meses depois desta última sessão, o ex-presidente seria submetido a radioterapia. A combinação de modalidades é uma alternativa à cirurgia e, segundo os médicos, alcança potencial de cura semelhante, mas com riscos menores de sequelas na voz, por exemplo.

O diagnóstico foi obtido no dia 29 de outubro. Logo no início de novembro, aconteceu a primeira sessão de quimioterapia. Cinco dias antes da segunda etapa – concluída no dia 21 daquele mês – o Instituto Lula, mantido pelo ex-presidente, divulgou fotografias de Lula de cabelo e barba raspados, antecipando-se aos efeitos do tratamento. O novo visual e a luta contra o câncer chamaram a atenção da mídia do mundo todo.

Desde o início, a opção do ex-presidente foi por assegurar a transparência na divulgação de informações sobre a gravidade da doença e os passos do tratamento. O mesmo tipo de postura foi adotado em relação ao prognóstico de recuperação, com boletins médicos divulgados em cada uma das sessões de quimioterapia.

Na última semana, Lula recebeu a visita da presidenta Dilma Rousseff e ministros de estado. Ela passou pela capital paulista para uma premiação de uma revista. Era esperado um encontro neste domingo (11) com o presidente venezuelano, Hugo Chávez, mas as chuvas enfrentadas pelo país levaram-no a cancelar a viagem, que incluía passagem pela Argentina para acompanhar a posse de Cristina Kirchner. Chávez também passa por tratamento contra um tumor.

Com informações da Agência Brasil