Home Política Ativista diz que Polícia Federal vai investigar institutos de pesquisa eleitoral

Ativista diz que Polícia Federal vai investigar institutos de pesquisa eleitoral

Datafolha, Ibope, Sensus e Vox Populi serão alvos de intimação, segundo Eduardo Guimarães
Publicado por anselmomassad
11:29
Compartilhar:   

São Paulo -O pedido de investigação dos quatro principais institutos de pesquisa eleitoral no país movido pelo Movimento dos Sem Mídia teve desdobramentos na quarta-feira (7). O presidente da organização, Eduardo Guimarães, afirma que o delegado Fernando Reis, da Delegacia de Defesa Institucional, que cuida de crimes eleitorais, prometeu intimar Datafolha, Ibope, Sensus e Vox Populi a apresentar planilhas e questionários de levantamentos produzidos em 2010. A informação não foi confirmada pela Polícia Federal.

Protocolada junto ao Ministério Público Federal em 2010, durante o processo eleitoral daquele ano, a demanda de abertura de inquérito baseava-se na discrepância de resultados e em troca de acusações entre representantes das empresas. Durante boa parte do processo eleitoral, as pesquisas mostraram resultados diferentes e conflitantes tanto em termos percentuais quanto em relação à trajetória de intenção de voto. Para os autores do requerimento, há sinais de manipulação e de má-fé.

Segundo publicou Guimarães em seu blogue , o delegado apresentou-se inicialmente hesitante sobre o caso, mas terminou o depoimento prometendo requerer aos institutos informações sobre as pesquisas. Procurada, a Polícia Federal não se manifestou sobre o caso nem confirmou se haverá mesmo intimação às partes citadas.

“No começo, não senti muita firmeza no delegado, mas ele concordou comigo que a representação é clara e que alguém mentiu; não se sabe quem -embora a divergência seja do Datafolha com os demais”, sugere Guimarães. Ele lembra que a diferença entre as pesquisas no momento do questionamento era de 12 pontos percentuais, variação bem superior ao apresentado como margem de erro pelas pesquisas e maior do que o “aceitável”.

O ativista acredita que, caso as investigações não avancem, estará “escancarada uma porta para novas fraudes”. Mesmo assim, caso a investigação não avance até o próximo ano, a expectativa do Movimento dos Sem Mídia é poder contar com um inquérito em andamento ao qual poderiam ser apensadas novas discrepâncias entre resultados ou indícios de manipulação de dados no pleito municipal de 2012.

Procurados, Ibope e Datafolha não se manifestaram. João Francisco Meira, diretor do Vox Populi, miminizou o caso e lembrou que o instituto passou por auditorias em 2010 que mostraram correção nos dados coletados e divulgados. Ele diz não ter conhecimento sobre investigações. Representantes do Instituto Sensus não foram localizados -esta quinta-feira (8) é feriado em Belo Horizonte, cidade-sede da empresa.