Home Política PT veta coligações locais com PSDB, PPS e DEM, mas não proíbe PSD de Kassab

PT veta coligações locais com PSDB, PPS e DEM, mas não proíbe PSD de Kassab

Resolução aprovada no 4º Congresso do partido coloca em xeque a coligação de Belo Horizonte, que tem tucanos e petistas em torno de prefeito do PSB
15:29
Compartilhar:   

Brasília – No debate do 4ª Congresso do PT sobre estratégia eleitoral para as disputas municipais, foi aprovada resolução que veta coligações com os três partidos de oposição à presidenta Dilma Rousseff. Assim, candidatos petistas não poderão fazer alianças com PSDB, DEM ou PPS em 2012. A resolução coloca um problema para o Diretório Municipal de Belo Horizonte, onde o partido ocupa a vice-prefeitura, com Roberto Carvalho, numa coligação encabeçada pelo PSB do prefeito Márcio Lacerda, mas que conta com o PSDB na chapa de vereadores. Lacerda disputará a reeleição.

Foi derrotada resolução para vetar também coligações com o PSD, do prefeito paulistano Gilberto Kassab. “Não podemos criar restrições a um partido que ainda nem existe formalmente”, ponderou o presidente do PT, deputado estadual Rui Falcão (SP). “Isso não se confunde com a nossa oposição ao governo Kassab”.

As tendências minoritárias consideraram essa a única derrota no encontro. “Em todas as áreas, houve um deslocamento à esquerda. Menos na questão das coligações”, avaliou Valter Pomar, secretário de Relações Internacionais do PT e representante da tendência Articulação de Esquerda.

Prévias

A definição sobre o sistema de escolha de candidatos criou, na prática, dois tipos de prévias. O sistema atual de prévias fica mantido, com consulta a todos os filiados. Nos casos em que 2/3 do Diretório Municipal decidir pela não realização de prévias, será feita uma eleição de delegados do partido na cidade. Os delegados então escolherão o candidato, numa prévia indireta.