Você está aqui: Página Inicial / Política / 2010 / 10 / Dilma lidera no exterior; 62 países já encerraram votação

Dilma lidera no exterior; 62 países já encerraram votação

Maior vantagem de Serra é na China, 84%. Em Ramallah, Cisjordania, Dilma obtém 87%
por Nicolau Soares, especial para Rede Brasil Atual publicado 31/10/2010 17h53, última modificação 31/10/2010 18h15
Maior vantagem de Serra é na China, 84%. Em Ramallah, Cisjordania, Dilma obtém 87%

São Paulo - Segundo o TSE, às 16h a votação já havia se encerrado em 62 países. São mais de 200 mil eleitores cadastrados pela Justiça Eleitoral no exterior – divididos em 154 municípios de todo o mundo. A votação acontece das 8h às 17h, do horário local.

A votação dos brasileiros no exterior para presidente da República já está se encaminhando para o final. Segundo o TSE, às 16h a votação já havia se encerrado em 62 países. São mais de 200 mil eleitores cadastrados pela Justiça Eleitoral no exterior – divididos em 154 municípios de todo o mundo. Os resultados oficiais da apuração só serão divulgados pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), mas os números circulam pela internet.

Na Europa, os resultados dão vitória para Dilma Roussef (PT). Em Paris, a petista recebeu 57,3% dos votos válidos, contra 42,6% para o tucano. Na Alemanha, venceu por 48% a 45%. Na Itália, a candidata do PT derrotou o o tucano com 833 votos (50,58% dos votos válidos), ante 814 votos (49,42% dos votos válidos) para Serra.

Serra venceu em Londres, com 53,34% dos votos totais (1.783 votos), enquanto Dilma recebeu 39% (1.299 votos). Foram registrados 117 votos em branco e 131 nulos.

Na capital do Líbano, Beirute, Dilma Roussef ficou com 394 (62,6% do total), contra 205 votos de Serra (32,6%).

Também no Oriente Médio, uma situação simbólica da polarização entre os candidatos acontece em Israel e na Palestina. Enquanto Serra vence com folgada margem em Tel Aviv, capital de Israel, com 85 votos (78,7%) contra 19 de Dilma. Do outro lado do conflito, em Ramallah, no território palestino da Cisjordânia, a vitória é de Dilma, que recebeu 355 votos (86,8%) contra 31 do tucano.

A petista contou até com boca de urna em Ramallah: um palestino casado com uma brasileira afixou pôsteres e um cartaz da candidata no prédio do escritório brasileiro onde aconteceu a votação. Ele também estava distribuindo adesivos da candidata, mas foi orientado pelos funcionários a retirar o material.

A maioria dos brasileiros na China escolheu José Serra, que recebeu 215 votos (81,4%), enquanto Dilma teve 29. A divulgação dos números pelo site Uol foi proibida pelo Tribunal Superior Eleitoral a pedido da campanha de Dilma Roussef.

registrado em: ,