Você está aqui: Página Inicial / Política / 2010 / 10 / Programa de Dilma lembra apoio de artistas e compromissos sociais

Programa de Dilma lembra apoio de artistas e compromissos sociais

por Fabio M Michel, da RBA publicado , última modificação 24/10/2010 21h54

São Paulo - Na abertura de  seus 10 minutos do horário eleitoral da noite de domingo (24) na TV, o programa de Dilma Rousseff relembrou cenas e depoimentos dados durante o encontro que teve com artistas e intelectuais no Rio, semana passada - um dos pontos altos de toda a sua campanha.

Falaram o teólogo Leonardo Boff, o compositor Chico Buarque, o cantor Alceu Valença, o arquiteto Oscar Niemeyer, as cantoras Beth Carvalho e Alcione, o cartunista Ziraldo e outros. 

Em suas falas gravadas naquele evento, Dilma foi mostrada dizendo que, depois de o governo Lula ter mostrado que o Brasil conseguiu crescer e melhorar sua distribuição de renda, ela pretende ampliar os avanços e erradicar a pobreza. Também dirigiu-se ao eleitorado feminino, lembrando o desafio de tentar ser a primeira mulher da história a presidir o país.

Não faltaram os alertas sobre a ameaça de privatização do pré-sal representada pela candidatura tucana  e a enumeração dos benefícios esperados para o país a partir da exploração do petróleo sob responsabilidade do Estado, em vez da iniciativa privada.

O programa também teve a participação de Lula, solicitando ao eleitor a reflexão sobre qual projeto de país pretende escolher. Qualidades da candidata foram relatadas pelo governador eleito do Rio Grande do Sul, Tarso Genro, e pelo vice-presidente da República, José de Alencar.

As críticas ao adversário, José Serra, ficaram por conta da promessa feita por este, quando da eleição para prefeito de São Paulo, de que cumpriria seu mandato até o final, caso eleito, o que não foi cumprido.