Você está aqui: Página Inicial / Política / 2010 / 10 / Bahia reelege Jaques Wagner em 1º turno

Bahia reelege Jaques Wagner em 1º turno

por fabiooscar publicado , última modificação 03/10/2010 21h45

Jaques Wagner (PT) foi reeleito na Bahia (Foto: Alberto Coutinho/AGECOM)

São Paulo - O candidato a reeleição pelo estado da Bahia, governador Jaques Wagner (PT), confirmou as expectativas e faturou a eleição no 1º turno neste domingo (3). Com mais de 63% dos votos válidos, ele consolida a derrocada do chamado "carlismo" no estado. Os outros candidatos, Paulo Souto (DEM) e Geddel Vieira Lima (PMDB), tiveram 16% e 15%, respectivamente.

O candidato do DEM Paulo Souto concedeu entrevista às 21h admitindo a derrota.

Jaques Wagner (59) nasceu no Rio de Janeiro, é casado e tem três filhos. Ele iniciou a militância política em 1968 no movimento estudantil, quando presidiu o diretório acadêmico da Faculdade de Engenharia da Pontifícia Universidade Católica (PUC).

Em 1973, perseguido pela ditadura, abandonou o curso que nunca completou. Nesse mesmo ano mudou-se para Salvador e ingressou na indústria petroquímica no polo de Camaçari, onde tornou-se técnico em manutenção. Começou a atuar no Sindicado dos Trabalhadores da Indústria Petroquímica (Sindiquímica), do qual foi diretor e presidente de 1987 a 1989.

Wagner conheceu o presidente Lula num congresso de petroleiros e, em 1980, ingressou no Partido dos Trabalhadores (PT). Elegeu-se deputado federal em 1990. Depois de três mandatos em Brasília, concorreu ao governo da Bahia em 2002 e obteve expressiva votação. Foi nomeado por Lula ministro do Trabalho e Emprego e, em 2005, ministro das Relações Institucionais, assumindo a coordenação política do governo junto ao Congresso Nacional.

Senado

Os dois candidatos apoiados pelo presidente Lula conquistaram as vagas ao Senado. Walter Pinheiro (PT) teve 31% dos votos válidos e Lidice da Mata (PSB), 28,90%. 

registrado em: