Você está aqui: Página Inicial / Política / 2010 / 09 / Por acusações ao PT, MP pede abertura de inquérito contra Serra

Por acusações ao PT, MP pede abertura de inquérito contra Serra

Se confirmar acusações contra campanha de Dilma Rousseff, o tucano terá de apresentar provas
por fabiooscar publicado , última modificação 21/09/2010 19h52
Se confirmar acusações contra campanha de Dilma Rousseff, o tucano terá de apresentar provas

São Paulo - O Promotor Silvio Hiroshi Oyama, da da 259ª Zona Eleitoral de São Paulo, acolheu uma representação do PT e determinou à Polícia Federal a abertura de inquérito para apurar crimes de calúnia eleitoral, injúria e difamação cometidos cometidos por José Serra (PSDB). O candidato à Presidência da República fez acusações contra o partido governista. O processo ainda passará pelo Juiz Eleitoral e depois vai para a Policia Federal, órgão competente para investigar os fatos.

No dia 30 de agosto, José Eduardo Dutra, presidente da legenda, formalizou representação ao Ministério Público Eleitoral. Ele acusa Serra calúnia eleitoral, injúria e difamação. Isso porque Serra vinculou a Dilma Rousseff (PT) a violação do sigilo fiscal de Eduardo Jorge Caldas, vice-presidente do PSDB. O tucano ainda usou termos como "crime contra a democracia", "espionagem" e "chantagem". O discurso ocorreu na sede da Associação Brasileira de Indústria de Máquinas e Equipamentos (Abimaq), na capital paulista.

A abertura de inquérito inclui a demanda para que Serra seja ouvido. Se confirmada as informações o candidato terá que apresentar provas do que disse. "O pedido não tem nenhuma formação de convicção negativa ou positiva sobre a atitude de Serra", afirmou Oyama.