Você está aqui: Página Inicial / Política / 2010 / 09 / Novo marco regulatório da mineração será enviado ao Congresso ainda este ano, diz ministro

Novo marco regulatório da mineração será enviado ao Congresso ainda este ano, diz ministro

por Alex Rodrigues publicado , última modificação 20/09/2010 14h08

São Paulo - O governo federal planeja enviar ao Congresso Nacional, ainda este ano, um projeto de lei que, se aprovado, estabelecerá um novo marco regulatório para o setor de mineração. A finalidade é modernizar a atual legislação, cujo código, de 1967, é baseado em um decreto de 1940.

Segundo o ministro de Minas e Energia, Márcio Zimmermann, o ministério entregou a proposta à Casa Civil em março, desde então, o texto final vem sendo discutido com outros ministérios. "Eles estão fechando os últimos ajustes", afirmou o ministro, que diz não acreditar que a saída de Erenice Guerra da Casa Civil atrase o envio do projeto ao Congresso. A aprovação da matéria, contudo, dependerá do rito parlamentar.

De acordo com Zimmermann, além de modernizar a atual legislação, o projeto prevê a criação de instrumentos legais que permitam ao Estado planejar com mais eficiência a política de mineração. A proposta é criar uma agência reguladora, à qual caberia regulamentar e fiscalizar o setor, papel hoje desempenhado pelo Departamento Nacional de Produção Mineral (DNPM).

Além da nova agência, o projeto de lei prevê a criação de um conselho de política de mineração que, considerada as diretrizes e a política estabelecidas pelo Ministério, irá discutir regras mais claras para a concessão e punições para quem desrespeite as normas do setor. Zimmerman garantiu que, mesmo aprovado o projeto, os contratos em vigor serão respeitados.

"Qualquer mexida [na legislação] é para atrair mais investimentos. Então, quando pensamos em alterar o marco regulatório, a primeira coisa que temos que levar em consideração é respeitar os contratos vigentes. Algo em que temos obtido sucesso em diversas áreas, o que dá uma credibilidade.”

Fonte: Agência Brasil

 

registrado em: