Você está aqui: Página Inicial / Política / 2010 / 08 / Yeda cai e Tarso amplia vantagem no RS, diz Vox Populi

Yeda cai e Tarso amplia vantagem no RS, diz Vox Populi

por Redação da RBA publicado , última modificação 18/08/2010 19h35

São Paulo - José Fogaça (PMDB) perdeu pontos e Tarso Genro (PT) ampliou a vantagem na corriga pelo governo do Rio Grande do Sul. Segundo levantamento do Vox Populi encomendado pela Rede Bandeirantes e IG apontam o petista com 35% dos votos, se a eleição fosse hoje. O ex-prefeito de Porto Alegre teria 24%, enquanto a governadora Yeda Crusius (PSDB) teria 12%.

O ex-ministro da Justiça oscilou um ponto percentual desde o último levantamento. Fogaça recuou quatro pontos, enquanto Yeda baixou dois – variação inferior à margem de erro. Votariam em branco ou anulariam o voto 5% dos entrevistados. Os indecisos somam 23%.

Pedro Ruas (PSOL), Professor Guterres (PRTB), Júlio Fortes (PSTU), Humberto Carvalho (PCB) e Aroldo Medina (PRP) não alcançaram 1% cada. A margem de erro é de 3,5 pontos percentuais para mais ou para menos. Foram entrevistadas 800 pessoas e a pesquisa está registrada no Tribunal Regional Eleitoral (TRE-RS) sob protocolo de número 37.306/10.

Candidatos %
Tarso Genro (PT)
35%
Fogaça (PMDB) 24%
Yeda Crusiuss (PSDB) 10%
Schneider (PMN)
1%
Brancos e nulos
5%
Indecisos
 23%

 Na pergunta espontânea, em que nenhum nome é apresentado para o entrevistado, Tarso recebeu apoio de 20%. Fogaça teve 10% e Yeda 7%. A governadora lidera em rejeição, com 29%, contra 10% de Tarso e 7% de Fogaça.

Senado

Na disputa pelas duas vagas em disputa no Senado, Germano Rigotto (PMDB) lidera, com 38% dos votos. Paulo Paim (PT), apesar de ter oscilado três pontos para baixo, agora aparece em segundo, com 30%. Em terceiro está Ana Amélia Lemos (PP), com 27%, depois de cair sete pontos.

Candidatos %
Germano Rigotto (PMDB) 38%
Paulo Paim (PT) 30%
Ana Amélia Lemos (PP) 27%
Brancos e nulos
N/informado
Indecisos
N/informado