Você está aqui: Página Inicial / Política / 2010 / 08 / Serra fica de fora da propaganda em 22 estados; Dilma, em 9

Serra fica de fora da propaganda em 22 estados; Dilma, em 9

por fabiooscar publicado , última modificação 19/08/2010 16h35

São Paulo - A vida do candidato tucano à Presidência da República, José Serra (PSDB), não anda fácil na campanha dos estados. Em São Paulo, por exemplo, onde era governador até se licenciar para a campanha presidencial, o candidato Geraldo Alckmin (PSDB) preferiu citar Mario Covas, governador falecido em 2001, a Serra, que ganhou apenas uma citação.

Segundo levantamento publicado no jornal O Estado de S.Paulo nesta quinta-feira (19) a partir da propaganda gratuita veiculada na tarde do dia anterior, em outros 22 estados – incluindo o Distrito Federal –, políticos aliados ao tucano não fizeram uma única menção à candidatura ao Executivo federal.

Diferentemente do tucano, a petista Dilma Roussef aparece nas propagandas de 17 candidatos a governador. Em outros dez ela não foi mencionada, apesar de ter coligações regionais.

Num estado importante estrategicamente como Minas Gerais, segundo maior colégio eleitoral do país, Serra aparece apenas no jingle do candidato Antonio Anastasia (PSDB), mas sua imagem não. Já no Paraná, o candidato Beto Richa exibiu a imagem de Serra, mas logo depois mostrou as parcerias que fez com o governo federal quando era prefeito de Curitiba.

O presidente do PSDB, senador Sérgio Guerra, tampouco mostrou o candidato em seu primeiro programa eleitoral em Pernambuco, onde disputa a reeleição. Questionado a respeito, Guerra minimiza: "Não há nada meu em Pernambuco que não tenha eu e o Serra juntos. A primeira apresentação teve Geraldo Alckmin falando. A segunda vai ter o Serra. E depois tem Fernando Henrique Cardoso. Mais tucano, impossível"

No Espírito Santo, com Luiz Paulo Vellozo Lucas (PSDB), e em Pernambuco, com Jarbas Vasconcelos (PMDB), o presidenciável nem foi citado.

Lula

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva continua sendo o grande nome destas eleições. Até políticos que não lhe dão palanque citam-no nas propagandas eleitorais. Lula aparece nos programas de candidatos de 23 estados. No programa do candidato André Puccinelli (PMDB), que apoia Serra, quem aparece inaugurando obras é o atual presidente.