Você está aqui: Página Inicial / Política / 2010 / 08 / Sensus amplia vantagem de Dilma para 17,9 pontos

Sensus amplia vantagem de Dilma para 17,9 pontos

Candidata do PT chega a 46% das intenções de voto e aumenta probabilidade de vencer eleições presidenciais no 1º turno
por Fábio M. Michel e Anselmo Massad publicado , última modificação 24/08/2010 11h30
Candidata do PT chega a 46% das intenções de voto e aumenta probabilidade de vencer eleições presidenciais no 1º turno

Dilma amplia vantagem sobre Serra, segundo Sensus(Foto: Roberto Stuckert Filho)

São Paulo – Nova pesquisa do instituto Sensus, encomendada pela Confederação Nacional dos Transportes (CNT) e divulgada na manhã desta terça-feira (24), mostra que a corrida presidencial teve a liderança da candidata Dilma Rousseff (PT) aumentada, agora com 46% das intenções de voto. José Serra (PSDB) aparece em segundo com 28,1%, seguido de Marina Silva (PV), com 8,1% das preferência do eleitorado.

Todos os demais candidatos somados não atingiram 1% das intenções de votos – a estimativa inclui Plinio de Arruda Sampaio (PSOL).  Eleitores indecisos e votos nulos ou brancos somam 16,8%.

Em caso de segundo turno, Dilma venceria com 52,9%, ante 34% de Serra. Nulos, brancos e indecisos somariam 13,2%.

Na pesquisa espontânea, em que a lista de candidatos não é apresentada aos eleitores, Dilma também aparece em primeiro lugar com 37,2% das intenções de votos. Ela é seguida por Serra, com 21,2% e Marina Silva, com 6%. Os demais candidatos também não somaram 1% dos votos.

A margem de erro é de 2,2 pontos percentuais, para mais ou para menos. A pesquisa foi realizada entre 20 e 22 de agosto, ouviu duas mil pessoas em 136 municípios e foi registrada no TSE com o número 24.903/2010.

Progressão

No levantamento CNT/Sensus anterior, do início de agosto, a diferença era de dez pontos percentuais (Dilma com 41,6% e Serra com 31,6%). Marina tinha 8,5% dos votos. Desde então, outros institutos vêm mostrando expansão da vantagem da candidata governista. O Vox Populi mostrou 16 pontos, Datafolha, 17, e Ibope, 10 pontos, sempre em favor de Dilma.

Uma nova rodada de levantamentos deve ser divulgada até este fim de semana.