Você está aqui: Página Inicial / Política / 2010 / 03 / Deputado Junior Brunelli renuncia ao mandato para escapar da cassação

Deputado Junior Brunelli renuncia ao mandato para escapar da cassação

por Carolina Pimentel publicado , última modificação 02/03/2010 17h35

Deputada Jaqueline Roriz (PMN) lê carta de renúncia de Brunelli no plenário da Câmara Legislativa (Foto:Figueiredo/CLDF)

Brasília - O deputado distrital Junior Brunelli (PSC) renunciou nesta terça-feira (2) ao mandato. O parlamentar é acusado de envolvimento em um suposto esquema de corrupção no governo do Distrito Federal. Ele aparece em um vídeo rezando por suposto dinheiro de propina junto com o ex-deputado Leonardo Prudente (sem partido) e o ex-secretário de Relações Institucionais do Distrito Federal Durval Barbosa.

 

A carta de renúncia de Brunelli foi lida no plenário da Câmara Legislativa pela deputada Jaqueline Roriz (PMN).

Brunelli é o segundo deputado envolvido no suposto esquema de corrupção que renuncia ao cargo para escapar da cassação. O primeiro foi Leonardo Prudente (sem partido), que renunciou na semana passada. Prudente ficou conhecido por ter sido flagrado colocando dinheiro nos bolsos do terno e nas meias.

Com a renúncia, fica encerrado o processo de cassação aberto contra Brunelli na Câmara. Ele também não perde os direitos políticos e poderá concorrer às eleições de outubro.

Dos três processos por quebra de decoro parlamentar abertos na Casa contra investigados pela Operação Caixa de Pandora, sobra apenas um, contra a distrital Eurides Brito (PMDB), filmada colocando maços de dinheiro em uma bolsa. Ela tem dito que não vai renunciar.

A Câmara informou que, com a saída de Brunelli, o primeiro suplente é Geraldo Naves (DEM), que está preso no Complexo Penitenciário da Papuda, por tentativa de suborno do jornalista Edson Sombra, uma das testemunhas do suposto esquema de pagamento de propina.

Fonte: Agência Brasil

registrado em: ,