Você está aqui: Página Inicial / Política / 2010 / 03 / Arruda faz nova avaliação psiquiátrica nesta 2ª

Arruda faz nova avaliação psiquiátrica nesta 2ª

por Pedro Peduzzi publicado , última modificação 22/03/2010 15h35

Defesa quer avaliar evolução do estado psiquiátrico de Arruda desde o início de março. Ex-governador está preso há 40 dias (Foto: Jose Cruz/Agência Brasil)

Brasília - O governador cassado do Distrito Federal (DF), José Roberto Arruda, vai ser atendido nesta segunda-feira (22) por uma psiquiatra do serviço médico da Polícia Federal (PF). A avaliação, solicitada pelo médico particular de Arruda, Brasil Caiado, servirá para que se faça uma análise comparativa com o quadro em que o governador se encontrava no dia 1º de março, data em que foi feita a primeira consulta psiquiátrica.

De acordo com Caiado, que visitou o governador cassado no início da tarde, a fase de exames cardiológicos já está encerrada, e Arruda encontra-se em fase de tratamento clínico, uma vez que, a princípio, a equipe descarta qualquer procedimento cirúrgico.

“Ele (Arruda) encontra-se acamado e desanimado, não praticando atividades físicas há três dias”, disse Caiado. Isso, segundo o médico, pode comprometer o tratamento clínico.

No entanto, de acordo com a Polícia Federal, o governador não está praticando atividades físicas por estar se recuperando do cateterismo que fez na semana passada. Ainda segundo a PF, Arruda tem tomado corretamente os antidepressivos, e a consulta com a psiquiatra tem por objetivo reavaliar o quadro e identificar se há necessidade de reajustar as doses dos medicamentos.

Caiado disse não ter concluído, ainda, qualquer avaliação sobre a necessidade de o governador ser tratado em casa, argumento já usado pela defesa de Arruda para pedir o relaxamento da prisão preventiva do governador cassado.

Neste momento, Arruda está reunido com a advogada Luciana Lóssio, responsável por sua defesa nos processos relativos à questão eleitoral.

Fonte: Agência Brasil