Você está aqui: Página Inicial / Política / 2010 / 02 / Tarso deixa Justiça dia 10, e substituto é anunciado na próxima semana

Tarso deixa Justiça dia 10, e substituto é anunciado na próxima semana

Pré-candidato ao governo do Rio Grande do Sul
por Redação da RBA publicado , última modificação 03/02/2010 10h02
Pré-candidato ao governo do Rio Grande do Sul

Tarso indicou o secretário executivo Luiz Paulo Barreto e o deputado José Eduardo Cardozo para o cargo (Foto: José Cruz/Agência Brasil)

Tarso Genro será o primeiro dos ministros do presidente Luiz Inácio Lula da Silva a deixar o cargo para concorrer à eleição deste ano. Pré-candidato ao governo do Rio Grande do Sul pelo PT, o ministro declarou que o nome de seu sucessor deve ser anunciado três dias antes de sua saída oficial no dia 10 de fevereiro.

Entre os nomes analisados estão os do secretário executivo, Luiz Paulo Barreto, e do deputado José Eduardo Cardozo (PT-SP).  "Ele (Lula) fez uma avaliação de todo o quadro, levantou esses nomes que vocês estão acostumados a divulgar agora, mas só vai fazer sua opção provavelmente três dias antes do dia 10", disse Tarso, ao deixar o Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB), sede provisória do governo.

Tarso Genro considera os dois nomes "absolutamente compatíveis" com o Ministério da Justiça até dezembro, mas alegou não ter sugerido nenhum nome, porque "é uma responsabilidade de Estado que tem que ser totalmente assumida pelo presidente". Aos jornalistas, ele ressaltou que a escolha pessoal de Lula ocorrerá "em função dos critérios que ele adotar nas substituições".

O ministro informou que já tinha encaminhado o pedido de exoneração ao presidente para que sua saída ocorresse no dia 10. Na reunião, ele apresentou um relatório dos projetos em andamento com o objetivo de demonstrar que não haverá qualquer problema de continuidade com a antecipação de sua saída da equipe ministerial.

"Os projetos estão todos fechados, com bom nível de andamento e a relação federativa que estabelecemos com relação à segurança pública já começa a dar resultados no país", afirmou Tarso.

Com informações da Agência Brasil