Você está aqui: Página Inicial / Política / 2010 / 02 / PT confirma Dilma como pré-candidata à presidência

PT confirma Dilma como pré-candidata à presidência

por Redação da RBA publicado , última modificação 20/02/2010 11h45

(Foto: Sérgio Lima/Folha Imagem)

O 4º Congresso do Partido dos Trabalhadores aprovou, neste sábado, a indicação de Dilma Rousseff, ministra-chefe da Casa Civil, como pré-candidata do PT para disputar a eleição presidencial em 2010.

Dilma foi aclamada pelos mais de mil delegados presentes no congresso. E coube ao presidente Lula apresentá-la aos militantes. “Foi me dada uma tarefa extremamente difícil que é convencer vocês a votar na companheira Dilma. Pelo que vi hoje, esta tarefa é desnecessária”.

Lula defendeu a indicação de Dilma. "Ela nunca, em nenhum momento, teve dúvida de que lado deveria estar", disse. Ao falar das suas características, lembrou de suas qualidades. "Ela é uma pessoa, eu diria, rigorosa", lembrou. "Isso é a grande virtude, é ser rigorosa no trato das coisas públicas... e como fiscalizadora do presidente da República junto ao restante do governo ela tem que ser dura."

O presidente lembrou a participação de Dilma na luta armada para defender a democracia e queixou-se do preconceito que a ministra enfrenta. “O maior preconceito contra a companheira Dilma não é pelos seus defeitos, mas pelas qualidades. Em primeiro lugar, pelo fato de ser mulher”, afirmou Lula.

O PT oficializa a pré-candidatura de Dilma Rousseff à presidência faltando menos de oito meses para as eleições. O presidente do PT, José Eduardo Dutra, esclareceu que a ministra ainda não está em campanha eleitoral, mas admitiu a possibilidade de o partido enfrentar uma enxurrada de representações no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) por propaganda antecipada.

“Este não é o lançamento da candidatura. Vamos obedecer a lei eleitoral, mas o partido não vai se surpreender com as ações da oposição no TSE”, afirmou. De acordo com a lei eleitoral, a atual ministra-chefe da Casa Civil tem até o dia 3 de abril para se descompatibilizar.

PT, 30 anos

O presidente também falou na noite de sexta aos petistas presentes no Congresso durante a posse do novo Diretorio Nacional e do presidente do PT, José Eduardo Dutra. E ressaltou a força do partido, que comemora 30 anos de fundação. "Aqueles que queriam acabar com a nossa raça, hoje estão se acabando".

O presidente destacou os momentos difíceis vividos pelo partido pedindo à militância que supere o "medo de turbulências". "O nosso partido tem lado e sabe o que quer para o Brasil. Nestes 30 anos nós construimos o maior paradigma de esquerda existente em um país democrático. Aprendemos a construir uma convivência democrática interna e hoje praticamos essa convivência com outras forças políticas aliadas", disse o presidente.

O deputado federal Ricardo Berzoini, que deixa a presidência do partido, fez um resgate histórico das dificuldades e vitórias políticas vividas pelo PT nos seus 30 anos de história e convocou a militância para enfrentar o grande desafio de dar continuidade à  luta em 2010.

Com informações da Reuters, Agência Brasil e do PT.

registrado em: ,