Pandemia

Jogos Olímpicos estão mantidos, mas Japão decide excluir turistas

Comitê organizar deverá reembolsar aproximadamente 600 mil que compraram ingressos no exterior

Reprodução
Depois de adiamento, Jogos foram confirmados para 23 de julho a 8 de agosto

São Paulo – O comitê organizador dos Jogos Olímpicos de Tóquio informou neste sábado (20) que, devido à pandemia, o Japão decidiu proibir a entrada de turistas estrangeiros durante a competição. As Olimpíadas deveriam ter sido disputadas em 2020, mas foram remarcadas para 23 de julho a 8 de agosto. Já os Jogos Paralímpicos estão previstos para ocorrer imediatamente depois, de 24 de agosto a 5 de setembro.

Segundo as autoridades japonesas, a prioridade é proteger a segurança de atletas e dos espectadores locais. O comitê informou ainda que reembolsará aproximadamente 600 mil ingressos adquiridos no exterior (além de 300 mil da Paralimpíada). Mas passagens e reservas de hospedagem não serão ressarcidas.

Sob o impacto e os receios provocados pela pandemia do coronavírus, a 32ª edição dos Jogos Olímpicos terá a participação de 11 mil atletas, representando mais de 200 países. A edição seguinte, em 2024, está marcada para Paris.