Democracia em risco

Trump fala em ‘transição ordeira’ após Congresso confirmar vitória de Biden

“Embora eu discorde totalmente do resultado das eleições, e os fatos estão do meu lado, ainda assim haverá uma transição ordeira em 20 de janeiro”, disse Trump em um comunicado publicado no Twitter

Reprodução
Na quarta-feira, Pence já havia rejeitado os pedidos de Trump para invalidar a votação do Colégio Eleitoral

São Paulo – Horas depois de insuflar seus apoiadores a invadir o Congresso, o presidente Donald Trump disse na manhã desta quinta-feira (7) que “haverá uma transição ordeira em 20 de janeiro” após os legisladores confirmarem a vitória do democrata Joe Biden nas eleições de novembro.

“Embora eu discorde totalmente do resultado das eleições, e os fatos estão do meu lado, ainda assim haverá uma transição ordeira em 20 de janeiro”, disse Trump em um comunicado publicado no Twitter de seu diretor de redes sociais, Dan Scavino. As informações são da Folha de S.Paulo.

“Eu sempre disse que nós seguiríamos nossa luta para garantir que apenas os votos legais fossem contados. Ainda que isto represente o fim do maior primeiro mandato na história presidencial, é apenas o começo da nossa luta para Fazer a América Grandiosa Novamente”.

O Twitter bloqueou temporariamente a conta de Trump após os episódios de violência registrados na quarta-feira.

O Congresso dos EUA confirmou a vitória do democrata Joe Biden nas eleições presidenciais de novembro em uma sessão que adentrou a madrugada desta quinta-feira (7) após a sede do Legislativo americano ter sido invadida por extremistas insuflados pelo presidente Donald Trump.

A sessão, que ocorre duas semanas antes da cerimônia de posse de Biden, foi marcada pela violência dos apoiadores de Trump e pelas tentativas fracassadas de legisladores republicanos de invalidar os votos de estados vencidos pelos democratas.

A sessão foi presidida pelo vice-presidente Mike Pence (nos EUA, o vice-presidente ocupa também a função de presidente do Senado). Mais cedo, na quarta-feira, Pence havia rejeitado os pedidos de Trump para invalidar a votação do Colégio Eleitoral – o presidente insiste nas falsas alegações de que as eleições de 3 de novembro foram fraudadas.

Leia mais:

Trump estimula invasão; Biden diz que desordem ‘tem de acabar agora’

Invasão do Congresso americano por seguidores de Trump causa toque de recolher em Washington