Provocações

Após vitória de Arce na Bolívia, #ChoraElonMusk viraliza no Twitter

Com humor, internautas brasileiros lembraram da frase golpista do diretor da Tesla Motors e o seu interesse pelo lítio boliviano

Reprodução/Twitter
Morales havia declarado que a sua deposição "foi um golpe ao índio, à população e pelo lítio"

São Paulo – Internautas brasileiros aproveitaram a vitória do candidato do Movimento ao Socialismo (MAS), Luis Arce Catacora, como novo presidente da Bolívia para provocar o bilionário Elon Musk. Na manhã desta segunda-feira (19) a hashtag #ChoraElonMusk era a terceira mais comentada no Twitter, enquanto que o termo “Bolívia” aparecia na primeira colocação.

Musk é criador e diretor da empresa Tesla Motors, que produz carros elétricos. As baterias desse tipo de veículo são feitas com lítio. Por outro lado, a Bolívia concentra as maiores reservas mundiais deste mineral. E os interesses estrangeiros na exploração do lítio boliviano são um dos fatores que explicam o golpe contra o ex-presidente Evo Morales no final de 2019.

Em março deste ano, Musk assumiu as intenções golpistas. Provocado por um internauta sobre a participação do governo dos Estados Unidos na deposição de Morales, o diretor da Tesla Motors se acusou. “Vamos dar golpe em quem quisermos! Lide com isso”, respondeu no Twitter. Depois a mensagem foi apagada pelo empresário, mas prints continuaram a circular.

Posteriormente, em abril, Morales disse que a derrubada do seu governo “foi um golpe ao índio, à população e pelo lítio”. Ele afirmou que o governo estadunidense “nunca perdoou” o fato de o governo boliviano ter definido uma política econômica de produção autônoma e independente em torno da exploração das jazidas desta matéria prima.

O governo Morales exigia que a exploração do lítio por empresas norte-americanas, canadenses e europeias passasse por um acordo com a Corporação Mineira da Bolívia (Comibol), a estatal do setor. Sem entendimento com essas empresas, contudo, a Bolívia decidiu estabelecer parcerias com empresas chinesas.

Confira mais destaques da hashtag #ChoraElonMusk e a repercussão das eleições na Bolívia: