Do lar

Discurso machista de Temer repercute na imprensa internacional

Jornal espanhol afirma que presidente reduz o papel da mulher às tarefas domésticas. 'Washington Post' destacou irritação das mulheres. CNN disse que declarações causaram 'onda de fúria'

Beto Barata/PR
Temer e Marcela

Jornal espanhol lembrou que Temer, com 76 anos, é casado com “ex-miss local” de 33

São Paulo – O discurso do presidente Michel Temer (PMDB-SP) feito ontem (8) para celebrar o Dia Internacional da Mulher, em que preferiu destacar as competências femininas nos cuidados com a família e na administração da economia doméstica, também foi destaque na imprensa do exterior.  Para o espanhol El País, Temer “reduz o papel da mulher à casa e ao supermercado”. O jornal destacou as falas em que o presidente destaca a capacidade das mulheres em detectar “desajustes de preços” e “tudo o que fazem pela casa e pelos filhos”. 

O periódico ressaltou que as falas de Temer causaram comoção nas redes sociais e lembraram, ainda, que o governo foi alvo de enxurrada de críticas quando assumiu o poder pela ausência de mulheres e negros no primeiro escalão. 

Já o norte-americano The Washington Post afirmou que a declaração de Temer “irritou” as mulheres, que responderam com fúria nas redes sociais. O jornal também adjetivou Temer como “líder impopular”. 

Já a rede de TV CNN destacou que Temer ficou “sob fogo” após as polêmicas declarações, que desataram, segundo ela, uma “onda de fúria” contra o presidente