Grécia

Atenas pede novo resgate a Eurogrupo e Tsipras diz que aplicará reformas

Primeiro-ministro diz que lista de reformas atingirá as áreas de 'sustentabilidade fiscal, estabilidade financeira e crescimento econômico de longo prazo'

Creative Commons
tsipras eurogrupo proposta

Propostas de Tsipras serão apresentadas amanhã e implementadas semana que vem

São Paulo – O primeiro-ministro grego, Alexis Tsipras, prometeu ao Parlamento Europeu hoje (8) que vai apresentar uma proposta de reformas amanhã e que vai aplicá-las “a partir da próxima semana”. Nesta manhã, o novo ministro das Finanças grego, Euclides Tsakalotos, entrou com uma solicitação formal de resgate ao Mecanismo Europeu de Estabilidade (ESM).

Na carta, Tsakalotos afirma que o governo grego apresentará uma ampla lista de reformas que serão implementadas nas áreas de “sustentabilidade fiscal, estabilidade financeira e crescimento econômico de longo prazo”.

“A Grécia está comprometida a honrar suas obrigações financeiras com todos os seus credores de maneira completa e a tempo”, destaca Tsakalotos, que diz “confiar” que os estados-membros levarão em conta a urgência da solicitação do crédito, dada a fragilidade do sistema bancário grego e a delicada situação de liquidez disponível.

O Eurogrupo vai avaliar o pedido, que é formalmente direcionado a seu presidente, Jeroen Dijsselbloem, em teleconferência. A nova carta grega é uma espécie de atualização do documento prometido para 30 de junho, quando Atenas deu calote no Fundo Monetário Internacional (FMI).

Aprovado o exame, os parlamentos nacionais terão de dar sinal verde ao programa antes que o primeiro desembolso possa ser efetivado. Neste sábado (10) será realizada em Bruxelas uma nova reunião extraordinária do Eurogrupo e no dia seguinte se reunirão os líderes do euro e da União Europeia em duas cúpulas consecutivas.