Você está aqui: Página Inicial / Mundo / 2014 / 06 / Dilma anuncia apoio brasileiro a Angola para Conselho de Segurança da ONU

em brasília

Dilma anuncia apoio brasileiro a Angola para Conselho de Segurança da ONU

Rússia, França, Reino Unido, China e Estados Unidos são membros permanentes, e outros dez países são renovados periodicamente
por EFE publicado 16/06/2014 18h05
Rússia, França, Reino Unido, China e Estados Unidos são membros permanentes, e outros dez países são renovados periodicamente
roberto stuckert filho/pr
angola

Santos agradeceu convite de Dilma para assistir partida entre Brasil e Croácia: "Foi um momento de grande emoção"

Brasília – A presidenta Dilma Rousseff recebeu nesta segunda-feira (16) seu colega de Angola, José Eduardo dos Santos, a quem transmitiu o apoio brasileiro à candidatura da nação africana ao Conselho de Segurança da ONU para o período 2015-2016.

Dilma oficializou o apoio do Brasil às aspirações de Angola durante uma cerimônia realizada no Palácio do Planalto após reunião privada com Santos, que chegou ao país na quinta passada para assistir a cerimônia de abertura da Copa do Mundo em São Paulo.

Os cinco novos membros não-permanentes do Conselho de Segurança serão escolhidos em outubro pela Assembleia Geral da ONU e, para ocupar uma cadeira, cada um deles deverá obter pelo menos dois terços dos votos.

O Conselho de Segurança da ONU é formado por cinco membros permanentes (Rússia, França, Reino Unido, China e Estados Unidos) e outros dez que são renovados periodicamente, em grupos de cinco e de acordo com zonas geográficas estabelecidas pelo órgão.

Angola é candidata pela África para o próximo período e o apoio do Brasil foi considerado que será "fundamental" para que o país alcance a cadeira que deseja.

Brasil e Angola também aproveitaram o encontro e assinaram um acordo para facilitar a emissão de vistos para turistas, o que, para Dilma, servirá para estreitar ainda mais os laços "linguísticos, culturais, étnicos e históricos" entre os dois países.

O presidente angolano também agradeceu ao convite de Dilma para assistir a partida inaugural do Mundial entre Brasil e Croácia.

"Foi um momento de grande emoção e satisfação. Vimos como o Brasil jogou e ganhou, e vimos muito cor, muita alegria, que é típica do povo brasileiro", declarou Santos, que revelou torcer para que "a seleção brasileira seja outra vez campeã".